PLACAR

Wozniacki recebe convite, Raducanu pode jogar quali

Foto: Darren Carroll/USTA

Melbourne (Austrália) – Campeã em 2018 e de volta ao circuito depois da maternidade com sucesso, a dinamarquesa Caroline Wozniacki foi incluída entre as tenistas que receberão convite para disputar a chave principal do Australian Open, que acontece entre 14 e 28 de janeiro.

Depois de três anos e meio de aposentadoria, Wozniacki voltou ao circuito e disputou os WTA 1000 de Montréal e Cincinnati, somando uma vitória, e depois foi muito bem no US Open, tendo eliminado até mesmo Petra Kvitova na segunda rodada antes de cair nas oitavas diante da eventual campeã Coco Gauff. Com esses resultados, voltou a figurar no 242º posto do ranking.

Situação bem mais complicada vive a britânica Emma Raducanu. A campeã do US Open de 2021 não joga desde abril e nem mesmo o pedido de ‘ranking protegido’ conseguiu garantir sua vaga direta em Melbourne, já que a média congelada de sua classificação está em 103. Dessa forma, ela precisaria de convite para não ter de disputar o qualificatório.

Outras três convidadas foram anunciadas pelos organizadores, todos para tenistas locais: Kimberly Birrell, Olivia Gadecki e Taylah Preston.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Toda a comemoração de Alcaraz na conquista de Roland Garros

Jannik Sinner é o 29º homem a liderar o ranking profissional

PUBLICIDADE