PLACAR

Wimbledon inicia a 137ª edição: conheça um pouco de sua história

Millennium Building (Foto: AELTC/Tony O'Brien)

Londres (Inglaterra) – O primeiro torneio de Wimbledon aconteceu em 1877 no All England Croquet and Lawn Tennis Club, de forma bastante rudimentar, apenas em simples masculina, com 22 participantes e 200 pessoas vendo Spencer Gore se tornar o primeiro campeão. A segunda edição foi conquistada por Frank Hadow, natural do Ceilão, atualmente Sri Lanka. Ele não voltou para defender seu título e o terceiro campeão foi o reverendo John Hartley, em 1879, que se tornou o único religioso a levar o título, que defendeu no ano seguinte.

O torneio de dupla masculina foi introduzido em 1884, ano em que também aconteceu a primeira competição de simples feminina, que atraiu 13 participantes, entre elas as irmãs Maud e Lilian Watson. Maud levou a melhor em três sets e defendeu o título no ano seguinte. Em 1913, o torneio cresceu com o acréscimo das duplas femininas e duplas mistas. De 1915 a 1918 o torneio não foi realizado devido à Primeira Guerra Mundial.

O ano de 1937 marca a primeira cobertura esportiva ao vivo pela BBC, que apresentou o campeonato a uma audiência televisiva para somente alguns milhares de espectadores num raio de 64 km dos transmissores da BBC no norte de Londres. Com duas câmeras na Quadra Central, o tempo de transmissão diário era de 30 minutos.  De 1940 a 1945, nova interrupção em virtude da Segunda Guerra Mundial.

Foto: site de Wimbledon

A TV em cores ainda no final da década de 1960 e capturou feitos de Rod Laver, Bjorn Borg, Ilie Nastase, Jimmy Connors e John McEnroe trazendo um novo público para o tênis. Arthur Ashe se tornou o primeiro campeão negro e Evonne Goolagong, a primeira campeã aborígine australiana. Chris Evert e Martina Navratilova surgiram no feminino e Billie Jean King terminou a década fazendo parceria com Navratilova para o sucesso nas duplas femininas. O público britânico ficou encantado com o triunfo de Virginia Wade em 1977 diante da Rainha Elizabeth II, no ano do jubileu de prata da monarca e também o Centenário de Wimbledon.

Os anos 1990 foram marcados por Steffi Graf e Pete Sampras enquanto que na década de 2000, Serena e Venus Williams ganharam oito de dez finais.

Na década de 2010, passados ​​77 anos, outro campeão britânico surgiu, com o escocês Andy Murray derrotando Novak Djokovic em 2013, após ter sido derrotado em 2012 por Roger Federer. Murray conquistou o bicampeonato em 2016 e tenta nesta edição superar os problemas físicos para jogar aquela que pode ser sua última participação.

Murray, Federer, Novak Djokovic e Rafael Nadal conquistaram todos os títulos masculinos, geralmente derrotando um dos integrantes do Big Four. No feminino, Serena Williams foi dominante, somando mais quatro títulos.  A edição de 2020 teve de ser cancelada por causa da Covid-19 e o Club acionou um contrato de risco milionário.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Fils vence a grande batalha de Hamburgo em cima de Zverev

Veja como Zheng chegou ao bicampeonato em Palermo

PUBLICIDADE