PLACAR

Thiem anuncia que vai se aposentar no final da temporada

Foto: Pete Staples/USTA

Viena (Áustria) – Depois de muita especulação, enfim o austríaco Dominic Thiem veio a público nesta sexta-feira para falar sobre a aposentadoria. Através de um vídeo nas redes sociais, o ex-número 3 do mundo oficializou o fim da carreira, que acontecerá quando terminar a temporada.

“Olá a todos! Eu tenho uma novidade muito importante, mas também muito triste para contar a vocês. A temporada de 2024 será a minha última, vou encerrar minha carreira no fim da temporada”, afirmou o austríaco de 30 anos, que atualmente ocupa apenas a 117ª colocação no ranking.

“Há algumas razões por trás disso, a primeira delas com certeza é o meu punho, que não está do jeito que eu gostaria. A segunda é a parte interna, eu estava pensando nesta decisão há muito tempo e lidando com isso da maneira mais cuidadosa possível, pensando em toda minha jornada no tênis”, acrescentou Thiem.

Profissional desde 2011, o austríaco soma 348 vitórias e 210 derrotas em nível ATP, com 17 conquistas, a maior delas o título do US Open de 2020, que curiosamente foi o último até então. Depois do triunfo em Nova York, ele enfrentou problemas no punho direito, chegou a operar, foi obrigado a trocar a empunhadura do forehand e nunca mais retomou seu melhor nível.

“Tive sucesso, ganhei troféus que eu nunca sonhei. Minha jornada foi incrível com todos seus altos e baixos, foram experiências incríveis que eu agradeço ter vivido, mas no final tudo chega a uma conclusão e decidi terminar minha carreira no fim desta temporada”, disse Thiem.

“Tive muitas conversas com minha família sobre minha carreira e meu passado. Estou empolgado por tudo o que virá depois”, finalizou o austríaco, que prometeu dar maiores informações sobre seus últimos torneios e sua despedida do tênis profissional nos próximos dias.

20 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Paulo H
Paulo H
15 dias atrás

Uma pena, foi durante breve período, a maior ameaça ao reinado de Nadal no saibro sendo finalista de RG duas vezes. Infelizmente, depois da lesão do punho não conseguiu mais retomar a jornada vitoriosa de antes. Acho que depois de uma lesão grave, somente o Zverev conseguiu retornar competitivo.

Sérgio Ribeiro
Sérgio Ribeiro
15 dias atrás
Responder para  Paulo H

Na boa , ninguém ameaçou o Rei do Saibro em seu habitat. Thiem conseguiu tirar apenas um Set nos três encontros com o Miura em R.G. Quem venceu o Laureus como melhor retorno em 2017 ( indo pra 36 anos ) foi o Craque Suíço. Séria lesão no joelho já no AOPEN, o fez largar a Temporada inclusive a RIO 2016 . Voltou em 2017 vencendo o AOPEN ( repetiu em 2018 ) e WIMBLEDON… Abs!

Paulo Almeida
Paulo Almeida
15 dias atrás
Responder para  Sérgio Ribeiro

Mentira, a lesão foi em fevereiro brincando em casa com os filhos. Levou um verdadeiro passeio do GOATaço na semifinal do AO com 6-1 e 6-2 nos dois primeiros sets.

Rsrs, abs!

Marcelo Reis
Marcelo Reis
15 dias atrás

Já vinha dando sinais de que não voltaria ao nível de outrora. É um pouco triste porque é um ótimo jogador! Mas já faturou mais de 30mi de dólares e agora curtirá sua aposentadoria. :D

João Sawao ando
João Sawao ando
15 dias atrás

Uma pena. Fará falta ao tenis

Marcelo Calmon
Marcelo Calmon
15 dias atrás

Realmente uma perda tremenda pro tênis. Tive a felicidade de presenciar alguns jogos dele no Rio Open ! Parece ser um grande cara, que seja feliz !

Luciano
Luciano
15 dias atrás

Sempre admirei o Thiem. Gente boníssima. Entre as melhores, mas pra mim é esquerda com o movimento mais lindo que já vi até hoje. Muito jovem ainda. Pena, pena, pena. Infelizmente deve ser doído pra ele – além da lesão – ficar muito aquém do ranking que ele realmente deveria estar, que é o Top Ten.

Leonardo
Leonardo
15 dias atrás

Punho e quadril, 2 tipos de lesões que acabam aposentando o tenista, e os que não se aposentam como Murray, nunca conseguem voltar ao nivel anterior por causa das limitações. Uma pena. Pelo menos o Thiem conseguiu levar o USO na final mais feia que já vi na minha vida, com 2 jogadores com braço curto jogando a responsabilidade para o outro lado. Mas titulo de GS é titulo de GS. Parabéns a Thiem pela grande carreira. Se não fosse Nadal ia ter uns 2 ou 3 titulos de RG no curriculum.

Bernardo
Bernardo
15 dias atrás

jogou torneios demais, nunca dava descanso, e como ganhava muito também jogava muito, não tem como o corpo humano aguentar tanto esforço. pelo menos conseguiu seu GS. fará falta e nunca será esquecido.

persivaldo
persivaldo
15 dias atrás

MESMO PROBLEMA DO DEL POTRO, É UM DOS PIORES LOCAIS PARA SE LESIONAR EM UM TENISTA DE PONTA, NÃO TEM O QUE FAZER.

Gilvan
Gilvan
15 dias atrás

Que final triste de carreira. Uma mistura de lesões e aparente desinteresse na carreira, desde que ele faturou aquele improvável US Open. Triste, poderia ter feito muito mais, principalmente no saibro.

Alvaro
Alvaro
15 dias atrás

Mais um back de uma mão que se vai.

Andre
Andre
15 dias atrás

Poxa vida uma pena, um baita jogador, educadissimo. Mas se não tem como jogar no nível que se espera , partir para outra jornada , é bastante jovem, boa sorte.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
15 dias atrás

Thiem foi um jogador de alto nível de 2016 a 2020, tendo conquistado 16 vitórias sobre o Big 3. Triste fim de carreira para quem já foi número 2 do mundo.

José Cardoso Jr
José Cardoso Jr
15 dias atrás

Lamentável. Mais uma carreira abreviada por uma das piores lesões que um tenista pode sofrer. Junto com ele, se vai tbm um dos mais plástico e belo golpe do tênis: o bh de uma mão só. Logo mais será Wawrinka e Gasquet.

Caseh
Caseh
15 dias atrás
Responder para  José Cardoso Jr

Há outros pelo circuito ainda. Poucos, mas há (talvez não com a mesma beleza de golpe, mas como seu comentário foi referente ao bh em si, é válido dizer isso)

Ruy Sarmento
Ruy Sarmento
15 dias atrás
Responder para  Caseh

Torci por ele, depois de Djoko e Federer.
Pena que não venceu a lesão.

Federer eterno GOAT
Federer eterno GOAT
14 dias atrás

que pena… vai deixar saudade, foi um grande freguês do GOAT

Paulo Almeida
Paulo Almeida
14 dias atrás
Responder para  Federer eterno GOAT

Sim, terminou 7×5 pro GOAT, enquanto o Terceirão terminou com 2×5 no h2h pro austríaco mesmo.

Henrique
Henrique
13 dias atrás

Ele foi o cara que durante sua ascensão não tinha medo nenhum de ir pra cima do Big 3. Valeu cara!!!!

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE