PLACAR

Swiatek tenta superar expectativas e ‘alvo nas costas’

Indian Wells (EUA) – Atual número 1 do mundo, a polonesa Iga Swiatek tem dominado o circuito nos últimos meses, mas prefere encarar a situação sem colocar ainda mais pressão em cima de si mesma, sabendo que derrotas fazem parte da carreira, embora muitas vezes a expectativa seja que ela vença uma partida depois da outra.

“Depois de Doha e Dubai, senti (a expectativa) muito alta. Ganhei um WTA 500 e estava na final de um 1000 com uma pequena sequência de partidas bastante sólidas. Mas então eu perdi na final e as pessoas ficaram, sei lá, surpresas. Não gostaram do meu desempenho e foram muitas as críticas”, observou a polonesa.

“Isso me fez pensar que no ano passado, antes de vencer todos esses torneios, eu ficaria muito feliz com esse resultado. Mas com todos esses comentários agora, senti como se não fosse o suficiente”, acrescentou Swiatek, que tenta se ajustar a essa pressão de ser a grande favorita em todas as competições.

Cabeça de chave número 1 no WTA 1000 de Indian Wells, ela enfrentará na estreia a vencedora da partida da primeira rodada entre a norte-americana Claire Liu e a eslovaca Anna Schmiedlova, em duelo que provavelmente acontecerá no próximo sábado. “Sinto que há um alvo nas minhas costas, o que não senti no ano passado”, disse Swiatek.

“É uma situação diferente e tenho que me ajustar a isso. Então, estou tentando não ler muitas coisas. Não quero que isso me influencie porque estou feliz com todo o trabalho que fiz. Este é um exemplo de como as coisas mudam e não acho que seja uma mudança positiva. Com certeza há mais pressão e expectativas por causa disso, mas estou tentando lidar com isso da melhor maneira possível”, finalizou.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Wimbledon seleciona os melhores backhands de 1 mão

Os históricos duelos entre Serena e Venus em Wimbledon

PUBLICIDADE