PLACAR

Sinner vira contra Khachanov e repete façanha do Big 3

Foto: ATP Tour

Madri (Espanha) – O italiano Jannik Sinner segue protagonizando façanhas no circuito em 2024. Campeão de três dos cinco primeiros torneios que disputou na temporada, além de fazer semi nos outros dois, jovem de 22 anos já está nas quartas de final do Masters 1000 de Madri. Nesta terça-feira, ele saiu atrás e precisou reagir contra o russo Karen Khachanov, anotando uma virada por 5/7, 6/3 e 6/3 em 2h10 de partida.

Com a classificação, Sinner se torna o sexto jogador desde 2011 a atingir a antepenúltima fase nos quatro primeiros Masters 1000 do ano. Antes dele, apenas o espanhol Rafael Nadal (2011), o suíço Roger Federer (2011), o sérvio Novak Djokovic (2012), o tcheco Tomas Berdych (2015) e o canadense Milos Raonic (2016) haviam conseguido essa proeza. Curiosamente, assim como o italiano, todos eles também haviam alcançando pelo menos as quartas no Australian Open.

Além disso, o atual número 2 do mundo alcança essa etapa em um evento de nível 1000 pela 12ª vez na carreira, e a primeira em Madri. Antes, seu melhor resultado na Caixa Mágica havia sido as oitavas em 2022. No ano passado, ele não disputou o torneio. Com isso, ele já soma 200 pontos no ranking e aos poucos tenta diminuir a vantagem do líder Novak Djokovic, que era de 1.330 pontos antes da competição começar.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Na próxima fase, Sinner enfrentará o vencedor do duelo entre Félix Auger-Aliassime e Casper Ruud. O italiano tem retrospecto negativo de duas derrotas em dois jogos contra o canadense, uma delas justamente em Madri há dois anos, e levou a melhor nos dois encontros com o norueguês, ambos no piso duro de Viena em 2020 e 2021.

Já o eliminado Khachanov não consegue repetir o resultado do ano passado, quando chegou às quartas de final, e perderá importantes 80 pontos no ranking que o farão cair da 17ª para 18ª colocação, tendo seu lugar no top 20 ameaçado se não for bem em Roma. Mais do que isso, ele se distancia exatos 300 pontos do 16º lugar, que lhe daria uma condição mais confortável no sorteio de Roland Garros.

Poucas chances nas duas primeiras parciais

Com amplo domínio dos sacadores, Sinner foi o único a ceder break-points no set inicial, chegando a salvar três no terceiro game. Depois disso, apenas no 11º game é que o italiano teve seu serviço ameaçado novamente e acabou permitindo que Khachanov obtivesse a vantagem necessária para marcar 1 a 0 no placar.

Na segunda parcial, novamente as oportunidades de quebra foram escassas, e Sinner aproveitou logo no segundo game a única chance de todo o set, abrindo frente para empatar o jogo. Ele conseguiu elevar o aproveitamento de pontos ganhos com o primeiro serviço de 74% para 83%, mas a diferença foi nas bolas com o segundo saque, aumentando de 50% para 71%.

A partida foi então para a parcial decisiva e Sinner precisou salvar um break no segundo game e outro no quarto, antes de obter quebra a seu favor. Depois disso, o italiano conseguiu jogar mais solto, perdeu apenas um ponto em seu serviço e rumou para a vitória, batendo o saque de Khachanov mais uma vez com uma bela direita na paralela.

2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
A nova geração do tênis vai ser a maior
A nova geração do tênis vai ser a maior
27 dias atrás

Esse já é certo que está no nível de alcaraz para os próximos anos

Federer eterno GOAT
Federer eterno GOAT
27 dias atrás

taí o cara que vai destruir Djokovic nessa temporada de saibro

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE