PLACAR

Sinner ganha como maior evolução e Fils, revelação

Arthur Fils (Foto: Peter Staples/ATP Tour)

Miami (EUA) – A ATP divulgou mais dois premiados na votação anual que é feita por seus próprios membros diante de uma lista de indicados. Como se esperava, o italiano Jannik Sinner venceu como o tenista de maior evolução técnica e o francês Arthur Fils foi a revelação do ano.

Sinner concorria com Ben Shelton, Matteo Arnaldi e Christopher Eubanks. Começou a temporada como 15º do ranking e terminou entre os quatro mais bem classificados, tendo faturado quatro torneios individuais, entre eles o Masters de Toronto, e ainda o da Copa Davis.

Além disso, também disputou sua primeira semifinal de Grand Slam em Wimbledon e foi o vice-campeão do ATP Finals. Somou 64 vitórias em 79 partidas de simples realizadas e embolsou US$ 8,2 milhões. Ganhou 13 duelos contra top 10, incluindo dois sobre o líder Novak Djokovic.

“Acho que estive muito mais forte mentalmente na segunda metade da temporada”, avaliou Sinner. “Parei de reclamar em quadra quando as coisas não saíam bem e isso faz diferença”.

O italiano ganhou também a votação popular como o preferido dos fãs e seus treinadores Simone Vagnozzi e Darren Cahill foram indicados como os melhores do ano.

Agora com 19 anos, Fils deu um salto notável nestes 11 meses, tendo iniciado a temporada fora dos 250 mais bem colocados e atingido o 36º posto em outubro com a final na Antuérpia. Antes, havia conquistado Lyon, em maio.

“Eu ainda poderia ter feito um pouco mais, já que perdi alguns jogos apertados, mas tudo faz parte do processo de experiência”, afirmou o francês.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Alcaraz e Murray: treino entre campeões em Queen's

Os melhores lances da campeã Boulter na grama de Nottingham

PUBLICIDADE