PLACAR

Saídos do quali, Bagnis e Darderi decidem Córdoba

Facundo Bagnis. Foto: Córdoba Open.

Córdoba (Argentina) – Num fato muito raro no circuito profissional masculino, dois jogadores que precisaram disputar o qualificatório irão decidir neste domingo o ATP 250 de Córdoba. E ambos em busca do primeiro troféu desse nível. A partida entre o argentino Facundo Bagnis e o italiano Luciano Darderi envolve também um duelo de gerações.

Aos 33 anos e 11 meses, Bagnis se tornou o argentino de maior idade a atingir uma final de nível ATP em toda a Era Profissional, superando a antiga marca do também canhoto Guillermo Vilas, que foi finalista em Forest Hills de 1986.

Neste sábado, Bagnis derrotou em sets diretos o compatriota Federico Coria, com parciais de 6/3 e 7/5. Ele já foi o número 55 do mundo, em 2016, e no momento ocupa apenas o 207º posto. Há três anos, ele atingiu a final do ATP 250 de Santiago, também sobre o saibro, mas perdeu para o local Cristian Garin.

Darderi ao contrário tem apenas 21 anos e disputará sua primeira final de nível ATP, depois de uma grande batalha diante do atual campeão, o argentino Sebastian Baez, com parciais de 6/1, 3/6 e 6/3. Com a campanha, Darderi será mais um italiano na faixa dos 100 primeiros do ranking nesta segunda-feira. Ele, no entanto, nasceu na Villa Gesell, Província de Buenos Aires, na Argentina.

Esta será apenas a terceira vez desde 1990 em que um título de ATP é decidido entre dois jogadores oriundos do quali.

5 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Paulo A.
Paulo A.
12 dias atrás

Bem inusitado! Será que o veterano ainda terá pernas para superar o garotão italiano? A ver…

Refaelov
Refaelov
12 dias atrás

Mto surpreendente esse início de 2024 do Bagnis, passou o ano passado inteiro convivendo com lesões, parecia caminhar pro crepúsculo da carreira, saindo do top 200 e agora, começa o ano com um título de CHL e uma final de ATP250..

O veterano n perdeu um único set até aqui mas, a chave do garotao italo-argentino foi visivelmente mais espinhosa, até por isso, imagino, o msm tenha o favoritismo das casas de aposta..

Guilherme Corrêa
Guilherme Corrêa
12 dias atrás

O hermano deve dar um belo salto no ranking. Será q volta p os tio 100?

Rogério Falco
Rogério Falco
12 dias atrás

Sobre o Darderi a reportagem indica que ele tem “Descendência Argentina”. Não é o contrário? Ele é um argentino que resolveu representar a Itália por ter descendente deste país?

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE