PLACAR

Sabalenka relata dor estomacal após partida das quartas

Foto: Corinne Dubreuil/FFT

Paris (França) – Depois de ter sofrido com limitações físicas durante a partida das quartas de final de Roland Garros, Aryna Sabalenka falou sobre os problemas estomacais que sentiu no jogo contra a russa Mirra Andreeva na última quarta-feira. A número 2 do mundo havia sido dispensada da coletiva de imprensa logo após o jogo, por motivos de saúde, mas a equipe de comunicação da WTA conversou com a tenista e disponibilizou o conteúdo aos jornalistas.

“Passei por momentos difíceis fisicamente. Tenho estado muito doente nos últimos dias com algum tipo de problema estomacal, então isso foi um desafio. Já se passaram alguns dias e fiz o meu melhor para tentar administrar isso”, disse Sabalenka após a derrota para Andreeva por 6/7 (5-7), 6/4 e 6/4 em 2h29 de partida contra Andreeva.

Em dois momentos da partida, Sabalenka recebeu a equipe médica do torneio em quadra e tomou comprimidos para a dor. Isso aconteceu tanto no primeiro quanto no último set “Sempre faço o meu melhor para lutar até o fim. Eu tive que continuar tentando e esperando encontrar um jeito até que eu começasse a me sentir um pouco melhor”.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

“Eu estava apenas lutando e fazendo tudo que podia com meus golpes para seguir em frente. Mirra é uma grande jogadora”, complementou a tenista de 26 anos sobre a jovem rival, que tem apenas 17 e alcançou sua primeira semifinal de Grand Slam.

Sabalenka vai perder a vice-liderança do ranking para a norte-americana Coco Gauff na próxima segunda-feira. O próximo compromisso da bielorrussa será o WTA 500 de Berlim, evento mais forte da temporada de grama que terá nove jogadoras do top 10. A competição na capital alemã está marcada para ocorrer entre os dias 15 e 23 de junho.

Leia mais:

Derrota custa número 2 a Sabalenka e série de semifinais

6 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Gisele Matias
Gisele Matias
11 dias atrás

Deve ser H pylori, coitada tem que se tratar

jose carlos
jose carlos
11 dias atrás

não faz o Djokovic, Aryna! Perdeu, perdeu, é do esporte, não há qualquer necessidade de se vitimizar e culpar fatores extra-quadra. Se estivesse realmente mal e doente teve todas as oportunidades do mundo para abandonar o torneio antes da partida. Se escolheu jogar, assuma as consequências tal como uma pessoa adulta e racional.

Última edição 11 dias atrás by jose carlos
JBG
JBG
11 dias atrás
Responder para  jose carlos

Sim, mas apesar do extremo favoritismo da Aryna Sabalenka que tentou contornar o desconforto em que estava em quadra, achando que podia vencer a jovem e talentosa jogadora mesmo assim. O mais impressionante é que a Mirra Andreeva soube vencer a partida.

Luis Ricardo
Luis Ricardo
11 dias atrás
Responder para  jose carlos

quanta INVEJA do melhor de todos ,né !!!

Andre Borges
Andre Borges
11 dias atrás

Djoko fazendo escola: “tenho que dar os parabéns ao meu adversário e não usar isso como desculpa mas hoje eu joguei doente/machucado, por isso perdi”

Luis Ricardo
Luis Ricardo
10 dias atrás
Responder para  Andre Borges

mostra o texto “original” por favor …… essas 3 palavrinhas finais , NUNCA vi o Servio usar nesse contexto.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Alcaraz e Murray: treino entre campeões em Queen's

Os melhores lances da campeã Boulter na grama de Nottingham

PUBLICIDADE