PLACAR

Sabalenka: “Estou ainda mais forte que no ano passado”

Foto Corinne Dubreuil/FFT

Melbourne (Austrália) – Atual campeã do Australian Open, Aryna Sabalenka ainda não perdeu sets no caminho até as quartas de final em Melbourne. A número 2 do mundo tem vencido suas partidas de forma bastante tranquila e garante que está se sentindo ainda melhor do que na edição passada do Grand Slam australiano, o que dá ainda mais confiança na busca pelo bicampeonato.

“Acho que me sinto mais forte do que no ano passado. Até agora me sinto bem e espero continuar assim”, disse Sabalenka, após a vitória por 6/3 e 6/2 sobre a norte-americana Amanda Anisimova pelas oitavas. “Estou super feliz com o nível que joguei hoje e por avançar mais uma rodada. Ela é uma oponente muito difícil. Sempre tivemos partidas muito difíceis uma contra a outra, então é muito bom vencer essa partida em dois sets”.

Durante este Australian Open, Sabalenka também exibe uma superstição curiosa, autografar a careca do preparador físico Jason Stacy antes de cada partida. “Nós apenas gostamos de fazer coisas estranhas, pessoal!”, disse aos risos, durante a entrevista em quadra. E ela contou mais da história na coletiva de imprensa: “Fiz isso antes do primeiro jogo. Agora é uma rotina. Ele não fica tão feliz com a ideia de que vou fazer isso, mas já me disse: ‘Ok, qualquer coisa pela vitória'”.

Falando sobre assuntos mais sérios, a vice-líder do ranking foi perguntada também sobre o fato de ter exposto a vida pessoal no documentário Break Point, da Netflix, e falado abertamente sobre como teve que lidar com a perda do pai. “Eu me sinto super conectada com meus fãs. Eu queria me abrir para eles e apenas contar minha história. Senti que provavelmente eu poderia motivar ou ajudar alguém em uma situação difícil a encontrar o caminho. Sou uma pessoa aberta”.

A próxima adversária de Sabalenka será a tcheca Barbora Krejcikova, número 11 do ranking e cabeça 9 do torneio. A bielorrussa lidera o histórico de confrontos por 5 a 1 e venceu os três duelos mais recentes, em Stuttgart, Miami e Indian Wells no ano passado. A vitória de Krejcikova também foi na última temporada, na campanha para o título em Dubai. “Já fiz muitas partidas contra a Barbora, ela joga muito bem. Acho que ela está voltando depois de lesões, então também está super motivada. Será uma batalha difícil”.

Leia mais:

Sabalenka mantém embalo e vence outra sem perder set

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE