PLACAR

Sabalenka mantém embalo e vence outra sem perder set

Foto: Jimmie48/WTA

Melbourne (Austrália) – Atual campeã do Australian Open, a bielorrussa Aryna Sabalenka continua imparável na competição. Neste domingo ela alcançou sua 11ª vitória seguida no torneio, passando sem sustos pela norte-americana Amanda Anisimova. A cabeça de chave número 2 precisou de apenas 70 minutos para vencer com parciais de 6/3 e 6/2.

Tentando ser a primeira bicampeã seguida em Melbourne desde a compatriota Victoria Azarenka, que venceu o torneio em 2012 e 2013, Sabalenka terá pela frente a vencedora do duelo entre a tcheca Barbora Krejcikova, nona pré-classificada, e a jovem russa Mirra Andreeva, de apenas 16 anos.

Sabalenka chegou para a partida com apenas seis games perdidos em três rodadas, quase que dobrando o número em apenas um jogo. A bielorrussa foi mais consistente do que a norte-americana, não apenas anotou mais bolas vencedoras (18 a 11), mas também cometeu menos erros não forçados (12 a 21).

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

Jogadora de ranking mais baixo entre as que chegaram nas oitavas, ocupando atualmente apenas a 442ª posição, Anisimova entrou em quadra com retrospecto amplamente favorito contra Sabalenka. Ela venceu os quatro primeiros duelos com a bielorrussa, mas perdeu o mais recente, dois anos atrás em Roma, e agora voltou a ser derrotada pela vice-líder do ranking.

Logo de cara, a bielorrussa se impôs e começou a partida vencendo os três primeiros games. Por pouco ela não teve uma largada ainda mais imponente, perdendo um break-point para fazer 4/0 e saque. Anisimova se salvou e confirmou o serviço pela primeira vez, mas depois disso não fez mais muita coisa e seguiu em desvantagem até o fim do set.

Na segunda parcial, de novo Sabalenka obteve uma quebra no início, abrindo desta vez 2/0. Muito firme com o saque, terminando a partida com 76% de aproveitamento, ela não apenas administrou o placar, mas também conseguiu ampliar a diferença com outra quebra no sétimo game. Sacando para fechar, a bielorrussa encerrou seu único break-point, se salvou e fechou o jogo no segundo match-point.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE