PLACAR

Rybakina domina Wozniacki e cede apenas um game

Foto: Edward Whitaker/AELTC

Londres (Inglaterra) – Campeã de Wimbledon há duas temporadas, Elena Rybakina segue disposta a conquistar mais um título no Grand Slam londrino e já está nas oitavas de final. A número 4 do mundo dominou a partida deste sábado contra Caroline Wozniacki, ex-líder do ranking e atual 91ª colocada, marcando as parciais de 6/0 e 6/1 em apenas 57 minutos de partida.

Aos 25 anos, Rybakina faz sua quarta participação em Wimbledon e sempre chegou pelo menos às oitavas. No passado, a cazaque se despediu nas quartas de final. E com as eliminações da número 1 Iga Swiatek e da décima colocada Ons Jabeur neste sábado, ela se torna a única top 10 restante em seu lado da chave.

A adversária de Rybakina nas oitavas será Anna Kalinskaya, 18ª do ranking, que venceu um duelo russo contra a número 15 do mundo Liudmila Samsonova por 7/6 (7-4) e 6/2. A cazaque tem duas vitórias e duas derrotas contra Kalinskaya no circuito e a russa está fazendo a melhor campanha da carreira em Wimbledon.

Já Wozniacki, que vinha de vitórias sobre Alycia Parks e Leylah Fernandez nas fases iniciais, vai recuperar quase 20 posições no ranking e está provisoriamente saltando para o 73º lugar. A dinamarquesa de 33 anos e que ficou três temporadas e meia sem jogar profissionalmente e só voltou ao top 100 na semana passada, depois de chegar às quartas na grama de Bad Homburg. Ela chegou a jogar o US Open e mais dois torneios preparatórios na última temporada e retomou a rotina regular no circuito no início deste ano.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Com ótimo desempenho no saque, Rybakina disparou nove aces na partida e só enfrentou um break-point. Além disso, a cazaque se aproveitou das rápidas condições das quadras de grama, ainda mais quando a quadra foi coberta depois da chuva, para impor seu jogo agressivo e de muita potência nos golpes. Ela liderou com folga a estatística de winners por 36 a 4. E até por isso, também fez 21 erros contra 6 da dinamarquesa, quebrando cinco vezes o serviço da ex-líder do ranking.

6 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
João Sawao ando
João Sawao ando
12 dias atrás

Que surra

Celio
Celio
12 dias atrás

Pra mim tecnicamente a melhor jogadora do circuito, mas falta aquela vontade de ganhar que a Iga e Sabalenka tem de sobra.

Flávio
Flávio
11 dias atrás
Responder para  Celio

Sim, só que ela tem um diferencial que a Sabalenca falha que é o mental,acho a Ribakina com mental melhor e a Iga tem um mental melhor e uma consistência física superior do que as 3, embora tecnicamente seja inferior em relação as.

Paulo A.
Paulo A.
12 dias atrás

Que surra homérica. Coitada da Carol mas o tênis dela é defensivo demais.

Fernando Venezian
Fernando Venezian
12 dias atrás

Não fosse pelos corriqueiros problemas de saúde, a linda cazaque já estaria na cola do topo do ranking! Joga uma barbaridade!!!

Ramiro Cora
Ramiro Cora
11 dias atrás
Responder para  Fernando Venezian

verdde… lembrando que ela é, na verdade, russa (nascida em Moscou)

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE