PLACAR

Rublev foca no desempenho e quer “esquecer” título de 2023

Foto: Peter Staples/ATP Tour

Monte Carlo (Mônaco) – Atual campeão do Masters 1000 de Monte Carlo, o russo Andrey Rublev chega para defender o título vindo de campanhas decepcionantes em Indian Wells e Miami, vencendo apenas uma partida nos Masters 1000 norte-americanos. Por isso, ele começa a disputa no saibro monegasco mais focado no desempenho do que pensando no título do ano passado.

“É um prazer voltar aqui, é sempre um prazer jogar nestas quadras magníficas. Não sei o que vai acontecer este ano, mas por enquanto estou focado nos treinos. Espero que jogar em duplas me ajude a começar a temporada no saibro da melhor maneira. Procuro não pensar muito na vitória do ano passado e focar no meu desempenho”, comentou o russo.

Rublev já conseguiu vencer uma partida na competição, na chave de duplas ao lado do compatriota Karen Khachanov. No último domingo, eles superaram a estreia contra os também russos Daniil Medvedev e Roman Safiullin em sets diretos, com o placar final de 7/6 (7-1) e 6/2.

“Em Indian Wells eu estava tão focado em tentar controlar meus movimentos que me bloqueei completamente. Não tive energia nem força e em Miami explodi. Eu não conseguia me controlar, nem minhas ações nem meus nervos. Eu senti como se estivesse paralisado, não conseguia me mover”, analisou o russo, lamentando o desempenho ruim.

“Talvez o que aconteceu em Dubai (onde foi desclassificado após se exaltar com um juiz de linha) tenha ficado comigo. Agora me sinto melhor, treinei muito nas últimas duas semanas, mas uma coisa é treinar bem e outra é jogar bem”, acrescentou o russo, cuja estreia será contra o australiano Alexei Popyrin, que nesta segunda-feira bateu o quali francês Corentin Moutet de virada, com 3/6, 7/5 e 6/2.

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Balbino Neto
Balbino Neto
1 mês atrás

Resumindo, Rublev vem caminhando de lado durante 2024. Vem apresentando jogos abaixo do seu normal. É certo ele se preocupar em melhorar o seu nível ao invés de entrar visando o título. É assim que ele vai colher o seu melhor e com chances de surpreender por ser saibro.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE