PLACAR

Romboli e Zormann jogam a 5ª final juntos no ano

Fernando Romboli e Marcelo Zormann (Foto: Challenger de Buenos Aires)

Buenos Aires (Argentina) – A parceria de Fernando Romboli e Marcelo Zormann está na final de duplas do challenger de Buenos Aires, em quadras de saibro na Argentina. Os brasileiros venceram nesta sexta-feira os argentinos Guido Andreozzi e Guillermo Duran, principais cabeças de chave, por 6/2 e 6/1. A final em Buenos Aires está marcada para sábado, não antes de 14h.

Esta será a quinta final de challenger na temporada para Romboli e Zormann. Jogando juntos, eles já conquistaram títulos em Todi e San Benedetto, na Itália, e vice-campeonatos em Vicenza, também na Itália, e em Meerbusch, na Alemanha.

Romboli tem 18 títulos de nível challenger na carreira, dois deles na temporada, com seu atual parceiro. Aos 34 anos, ele é o atual 121º colocado entre os especialistas em duplas no circuito e tem como melhor marca da carreira a 88ª posição, alcançada em julho do ano passado.

Zormann, por sua vez, está com o melhor ranking da carreira, aparecendo no 124º lugar aos 27 anos. Com a boa campanha em Buenos Aires, além da semifinal em Campinas na semana passada, ele vai se firmando entre os 120 melhores. O paulista tem três títulos de challenger, todos este ano. Em janeiro, ganhou em Piracicaba, jogando ao lado de Orlando Luz.

Havia possibilidade de uma final brasileira em Buenos Aires, mas o gaúcho Orlando Luz e o pernambucano João Lucas Reis perderam na semifinal para o equatoriano Diego Hidalgo e o colombiano Cristian Rodriguez, cabeças 3 do torneio, por 6/7 (4-7), 6/4 e 10-3. Aos 25 anos, Orlando Luz é o 132º no ranking de duplas da ATP. Reis, de 23 anos, ocupa o 211º lugar.

João Ceolin é finalista de duplas no México
O gaúcho de 24 anos João Ceolin está na final de duplas no ITF M25 de Zapopan, em quadras de saibro no México. Ceolin e o chileno Miguel Angel Cabrera venceram os convidados locais Rodolfo Rozas e Alan Magadan por 6/3 e 6/4. Os adversários na final podem ser os norte-americanos Ryan Seggerman e Patrik Trhac ou os mexicanos Daniel Moreno e Alan Rubio Fierros. Ceolin busca o 1º título profissional.

Luana Plaza para na semifinal em Monastir
Em outra semifinal de duplas com presença brasileira nesta sexta, a paulista de 18 anos Luana Plaza se despediu do ITF W15 de Monastir, em quadras duras na Tunísia. Luana e a indiana Teja Tirunelveli foram superadas pela polonesa Xenia Bandurowska e a ucraniana Mariia Bergen por 7/6 (7-3) e 6/2. A jovem paulista é atual 813ª colocada no ranking de simples da WTA e ocupa apenas a 1.151ª colocação nas duplas. Ela buscava sua primeira final como tenista profissional.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE