PLACAR

Rodionova se torna a mais velha a estrear no top 100

Arina Rodionova (Foto: Thailand Open)

Hua Hin (Tailândia) – Classificada para as quartas de final do WTA 250 de Hua Hin, no piso duro tailandês, a australiana Arina Rodionova entrou para a história do tênis feminino nesta quinta-feira. Aos 34 anos e um mês, ela se tornou a tenista mais velha a estrear no top 100 do ranking. O feito foi obtido com a vitória de virada sobre a chinesa Zhuoxuan Bai, 90ª do mundo, com parciais de 3/6, 6/1 e 6/0.

Com a façanha, Rodionova supera a israelense Tzipora Obziler, que alcançou pela primeira vez na carreira a faixa das 100 melhores quando tinha 33 anos e oito meses de vida, em fevereiro de 2007. Considerando os dados desde 1987, a paulista Laura Pigossi é a 13ª nessa lista, tendo alcançado o top em agosto de 2022, aos 28 anos e um mês.

Atual 101ª do mundo e principal jogadora da Austrália no ranking feminino, Rodionova vem jogando o melhor tênis de sua carreira e chegou a vencer dois jogos no WTA 500 de Adelaide em janeiro, superando em sets diretos a italiana Martina Trevisan e a norte-americana Sofia Kenin.

No ano passado, a experiente australiana disputou mais de 100 partidas em todos os níveis e registrou impressionantes 79 vitórias e sete títulos de ITF. Saindo de uma pausa de oito meses por lesão, ela escalou o ranking, saindo abaixo do top 300 e terminando 2023 na 112ª colocação.

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Ubiratan (Black)
5 meses atrás

Parabéns! pela superação e pela referência que ficará para outras de que ainda é possível. Feito que poderia ter acontecido, quem sabe, no seu país se os organizadores do OA a tivessem convidado diretamente para a chave principal, ela número 1 do país. Lá ela fez o quali mas não passou, mas não quer dizer que não venceria uma partida se já estivesse na principal.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE