PLACAR

Reyes elimina o cabeça 2 em Floripa, Luz e Pucinelli vencem

Mateo Reyes (Foto: Luiz Cândido/CBT)

Florianópolis (SC) – Pela primeira vez em sua carreira profissional, o catarinense venceu partida de challenger. Vindo do quali no Engie Open, em Florianópolis, ele superou o argentino Francisco Comesana, cabeça 2 do evento e 114º do mundo, com parciais de 6/4 e 6/3 em 1h32 de partida nesta terça-feira.

Canhoto de 23 anos, Reyes é o atual 853º da ATP tem como melhor ranking da carreira o 796º lugar da ATP, alcançado em novembro. Mas a campanha em Florianópolis já o fará saltar mais cem posições. Ele nunca havia sequer disputado uma chave principal de challenger até esta semana. E mesmo em competições de nível future no circuito da ITF, ainda busca o primeiro título.

O adversário de Reyes nas oitavas será o israelense Daniel Cukierman, também vindo do quali e 453º do ranking, que evitou um duelo entre dois tenistas catarinense. Isso porque, Cukierman eliminou o convidado Pedro Boscardin, de 21 anos e 458º colocado, com parciais de 6/0 e 6/3 em 1h16 de partida nesta terça-feira.

No mesmo quadrante da chave, o paulista Matheus Pucinelli também se destacou no início da rodada desta terça. O jovem de 23 anos e 274º do ranking superou o canadense Liam Draxl, 259º colocado e cabeça 8 em Floripa, com parciais de 6/4 e 6/1 em 1h25. Pucinelli agora enfrenta o italiano Gianluca Mager, 275º do mundo, em confronto inédito.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Outra vitória brasileira na rodada veio com Orlando Luz. O gaúcho de 26 anos e 335º do ranking superou o espanhol Carlos Sanchez, 370º, por 7/5 e 6/1. Com o resultado, ele garante um reencontro com o cearense Thiago Monteiro, principal cabeça de chave em Floripa e 110º do mundo. Na semana passada, em São Leopoldo, Orlandinho venceu em três sets.

Saraiva e Zanellato se despedem em jogos de três sets
O paulista de 22 anos Nicolas Zanellato, 461º do ranking, perdeu em três sets para o argentino Camilo Carabelli, 106º do mundo, com parciais de 6/1, 6/7 (6-8) e 6/0. Já o brasiliense de 23 anos Paulo Saraiva, 946º do ranking e vindo do quali, caiu diante do francês Geoffrey Blancaneaux, 227º do ranking e cabeça 6, com parciais de 4/6 7/6 (7-4) e 6/3.

15 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Thiago
Thiago
16 dias atrás

Surreal essa vitoria do Reyes. Saraiva quase mitou também. Orlandinho e Pucinelli confirmando a boa fase. Efeito Wild e Fonseca, será? Rs

Última edição 16 dias atrás by Thiago
Scott
Scott
16 dias atrás

Comesana não devia estar bem hoje. Resultado completamente anormal.

Jorge Luiz
Jorge Luiz
16 dias atrás

Parabéns Luz, Puccinelli e Reyes, que faaaase do Boscardin

Jorge Luiz
Jorge Luiz
16 dias atrás

Meligeni não jogou 5 partidas durante todo o mês de março,ai vai a semifinal de um Challenger e já não dá conta de jogar na semana seguinte, fala sério,ou tem um péssimo preparo físico ou assim como o Heide adora dar um out, não dá pra levar esses caras a sério

fernando
fernando
16 dias atrás
Responder para  Jorge Luiz

A barriguinha de casado fala por si só

Thiago
Thiago
16 dias atrás
Responder para  fernando

Kkkk. Mas o Orlandinho ganha nesse quesito e tá dando um gás recentemente.

Davidson
Davidson
16 dias atrás
Responder para  Jorge Luiz

Foi problema estomacal, problema médico e não físico.

Pedro
Pedro
15 dias atrás
Responder para  Jorge Luiz

Ele joga poucos torneios mesmo. Não dá para entender. Nem top 100 é.

Refaelov
Refaelov
16 dias atrás

Pucinelli e Luz mantendo os bons momentos, Reyes faz um resultado pra lá de surpreendente e, tem um adversário acessível(em se tratando de OF de CHL).

Saraiva e Sidney já fizeram mais doq o esperado furando Qualy, Zanellato deu azar de pegar logo o Carabelli(q seria o cabeça 1 da chave) vindo do Qualy, até vendeu mais caro doq o esperado..

Os demais, derrotas bem esperadas, destaque negativo pro Boscardin, q claramente n merecia esse WC e levou mais uma surra.

Guilherme ES Ribeiro
Guilherme ES Ribeiro
16 dias atrás
Responder para  Refaelov

Concordo 100%

Ganso
Ganso
16 dias atrás

Que os resultados de Zanelato, contra o 106 do mundo, é de Saraiva, contra o 226, sirvam de estímulos para eles saberem que têm jogo pra bater de frente com caras de ranking alto.

Matheus Ferreira
Matheus Ferreira
16 dias atrás

Vitória monumental do Reyes, Orlandinho confirmando a boa fase e o Saraiva quase quebra a banca também,os brasileiros vão aproveitando bem os Challengers por aqui!

Haroldo Guimaraes
Haroldo Guimaraes
16 dias atrás

Fiquei triste pelo Saraiva, ontem escrevi que passavam uns 3 e talvez mais com surpresas, nao esperava tanta surpresa. Vlw Reyes, espero de um up na carreira. Agora infelizmente a maior decepçao tem sido o Boscardin, o que aconteceu com ele? O tecnico nao tah vendo? Daqui a pouco desiste de jogar… podia ate perder… mas com 6×0. Luz e Pucinelli estao fazendo liçao de casa.

Edson Peres
Edson Peres
16 dias atrás

Fala, Dalcin! Vou ter que apelar para suas informações e memória, que vem desde a revista Tênis News. Não perdia uma edição. rs Falando sobre a monstruosa vitória do Reyes, identificado como catarinense na matéria. Na última versão do site da ATP aparece somente a identificação do país de nacionalidade, mas no aplicativo da ATP, pelo celular, aparece como Quito a cidade de nascimento. Pra mim, soou fazer sentido esta informação, mas confio no seu faro investigativo. Saudações.

José Nilton Dalcim
Admin
16 dias atrás
Responder para  Edson Peres

Sim, ele efetivamente nasceu no Equador, Édson. Segundo o site da ADK, onde treina desde 2017, ele se naturalizou brasileiro em 2018.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja como foi a espetacular vitória de Fonseca sobre Sonego

Nadal pode ter feito seu último jogo oficial em Barcelona

PUBLICIDADE