PLACAR

Raducanu e Kasatkina caem na estreia, Fernandez avança

Foto: X (Twitter)/LTA

Doha (Qatar) – A má fase de Emma Raducanu parece não ter fim. Atrapalhada por inúmeros problemas físicos e queda de rendimento, a campeã do US Open de 2021 vem colecionando maus resultados nos últimos anos e ainda não engrenou na atual temporada. Em nova eliminação precoce, a jogadora de 21 anos foi superada nesta segunda-feira na estreia do WTA 1000 de Doha pela ucraniana Anhelina Kalinina, com placar final de 6/0 e 7/6 (8-6) após 1h41 de duelo.

Esta foi a quarta derrota em sete jogos de Raducanu no ano, não tendo vencido ainda mais do que um jogo em nenhuma competição. Vale lembrar que a jovem jogadora vem de longo período afastada do circuito após passar por três cirurgias em 2023. Antes de estrear nesta temporada, seu último jogo havia sido em abril.

Por sua vez, Kalinina encara agora a oitava principal favorita do torneio, a letã Jelena Ostapenko, que folgou na primeira rodada. A campeã de Roland Garros em 2017 venceu os três duelos anteriores, o mais recente em 2022.

Quem passar desse confronto pode ser a adversária de Beatriz Haddad Maia nas oitavas de final, caso a brasileira passe pela estreia diante da chinesa Xinyu Wang e depois derrote Victoria Azarenka. A bielorrussa bicampeã em 2012 e 2013 teve trabalho na abertura da competição, mas eliminou a polonesa Magdalena Frech por 6/3, 3/6 e 6/3.

Fernandez vence, Kasatkina cai
Derrotada por Raducanu na decisão do US Open há três temporadas, a canadense Leylah Fernandez estreou com vitória no Qatar. Também nesta segunda-feira, a atual número 19 do mundo passou pela russa Liudmila Samsonova, 15ª colocada e cabeça 12, por 7/5 e 7/6 (7-4). Na segunda fase ela medirá forças com a espanhola Paula Badosa, que bateu a qualificada norte-americana Ashlyn Krueger, de apenas 19 anos, por 6/3, 4/6 e 6/4. Badosa nunca perdeu para Fernandez em três jogos realizados.

Já a vice-campeã do WTA 500 de Abu Dhabi no último domingo não teve vida longa em Doha. Menos de 24 horas após perder o título para a cazaque Elena Rybakina, a russa Daria Kasatkina voltou à quadra na capital do Qatar e não foi páreo para a compatriota Anastasia Pavlyuchenkova, que triunfou por 6/2 e 7/6 (7-2) e fará agora um duelo com a ucraniana Marta Kostyuk.

A programação apertada entre a decisão de Abu Dhabi e a estreia em Doha gerou muitas reclamações por parte de Kasatkina, que disparou contra a WTA e os organizadores dos eventos ainda no sábado após a vitória sobre Bia na semifinal.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Confira os outros resultados do dia em Doha
[16]Emma Navarro (EUA) v. Jasmine Paolini (ITA), 6/3 7/5
Elise Mertens (BEL) v. Peyton Stearns (EUA), 6/2 6/3
Magda Linette (POL) v. [Q]Nao Hibino (JAP), 6/1 6/4
Petra Martic (CRO) v. Arantxa Rus (HOL), 7/5, 3/6 7/6(5)
Anastasia Potapova v. [LL]Martina Trevisan (ITA), 6/4 6/4

6 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Andre Borges
Andre Borges
8 dias atrás

3 anos de má fase

Albert
Albert
8 dias atrás

Essa WTA às vezes é uma piada. Sacanearam a Kasatkina bonito.

Michael Sousa
Michael Sousa
8 dias atrás

Nunca me enganou, ganhou o us21 sem cruzar com um cabeça de chave, a cada 100 anos acontece uma situação assim!

Leonel
Leonel
8 dias atrás

Essa garota parece ter surtado depois de ganhar USOpen. Muitas escolhas ruins. A grana e a fama mexeu.

André Borges
André Borges
8 dias atrás
Responder para  Leonel

Raducanu x Fernandez foi a final de Slam mais esdruxula da historia do universo, final de Slam com nível de WTA 125. É como se Gaston Gaudio e Martin Verkerk tivessem feito uma final de RG entre si.

Anderson
Anderson
8 dias atrás

Que organização do torneio FDP! Obrigaram kasaktina a jogar em seguida a uma final! E ribakyna só no quarta-feira!!!!

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE