PLACAR

Qualifying do BT 200 de Feira de Santana tem início

As duplas campeã e vice do segundo BT 10 (Divulgação)
Feira de Santana (BA) – Começa nesta quinta-feira, com o qualifying,  a disputa do ITF BT 200 de Feira de Santana (BA),  o primeiro torneio do circuito mundial da Federação Internacional de Tênis em solo baiano.  O evento dá mais de 200 pontos no ranking e distribui US$ 15 mil em premiação total.  Ao todo serão 14 jogos em que os atletas brigarão por uma vaga na concorrida chave principal que larga na manhã de sexta-feira e vai até o domingo. Entre os destaques do quali estão os cabeças de chave 1, Carlos Junior e o baiano Paulo Klienby que enfrentam a dupla brasileira de Gustavo Medeiros e Caíque Menduar. Os jogos começam às 15h e os atletas precisarão enfrentar rodada dupla.
Na chave principal, destaque para o número 1 do mundo, o italiano Mattia Spoto jogando com o bicampeão mundial, o espanhol Antomi Ramos, e para a italiana sexta do mundo, Nicole Nobile atuando ao lado da compatriota Veronica Casadei, a espanhola Eva Palos e a italiana Giulia Trippa. Outro top 10 no masculino é Hugo Russo, que entrou no seleto grupo após o título no Guarujá (SP) no final de semana passado. Ele joga com Leo Branco. O bicampeão mundial Thales Santos joga com o brasileiro Gustavo Russo. A jovem Isabela Massaioli, juvenil número 2 do mundo e campeã mundial jda categoria, faz parceria com a equatoriana Maria Quintana.
Os baianos serão representados por Silas Cerqueira, de Feira de Santana, que joga com Rodrigo Queiroz, além de Murilo Valladares e Augusto Oliveira, o Salsicha, e no feminino por Júlia Pedra , que atua com Carla Levita, e Mariana Frugoni, que joga com Débora Amaro. A competição conta ao todo com 250 atletas de todo o país, além de representantes da Itália, Espanha, Portugal, Argentina e Equador.
Novos campeões definidos – Na noite desta quarta-feira foram definidos os novos campeões do segundo torneio BT 10,  com dez pontos no ranking mundial . No feminino, o título ficou com a paulista radicada em Maceió (AL), Agatha Wanderley, e a catarinense Fernanda Firmo. Elas bateram na final a baiana Julia Pedra e a paraibana Manuella Almeida por duplo 6/1. No masculino, o título ficou com a dupla sergipana de Igor Candia e Luiz Loeser. Eles venceram de virada o alagoano Gabriel Padilha e o jovem baiano Pedro Barros por 5/7, 6/1 e 11-9.
 “Final foi emocionante, mais uma final de BT 10. Queríamos muito, nesta quinta é aniversário do Luiz, então é legal poder dar esse presente para ele. Ele passou por uma infiltração para jogar esse torneio, ficou uns 15, 20 dias sem jogar, fizemos poucos treinos para estarmos aqui. Foi na garra, na luta, foi super emocionante. As condições, por conta da chuva, estavam difíceis, mas deu tudo certo. Ele tem energia fenomenal, foi gigante depois de superar cãibras, conseguimos ficar e sair com a vitória. Gostoso é assim quando é bem difícil”, celebrou Candia.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE