PLACAR

Pela primeira vez em 40 anos, três britânicas chegam à 3ª rodada

Fotos: Edward Whitaker, Simon Bruty e Tony O'Brien/AELTC

Londres (Inglaterra) – O tênis feminino britânico parece aos poucos estar reencontrando o caminho. Pela primeira vez em 40 anos, três tenistas da casa chegaram juntas à terceira rodada de Wimbledon. Emma Raducanu, Harriet Dart e Sonay Kartal são as responsáveis por encerrar este jejum no All England Club.

A última vez que pelo menos três britânicas passaram das duas primeiras partidas foi em 1984, com quatro tenistas da casa avançando. Annabel Croft, Virginia Wade, Jo Durie, Julie Salmon e Anne Hobbs chegaram juntas à terceira rodada, com duas delas vencendo pelo menos mais uma.

Hobbs foi até as oitavas, perdendo para a búlgara Manuela Maleeva, enquanto Durie foi um pouco mais longe e alcançou as quartas de final, quando foi superada pela tcheca Hana Mandlíkova, duas vezes vice-campeã em Wimbledon e dona de quatro títulos de Grand Slam.

As tenistas britânicas acumulam 36 títulos de Wimbledon, mas desde o começo da Era Aberta foram apenas duas conquistas, a mais recente delas em 1977 com Virginia Wade, que também é a última finalista da casa, e a outra com Ann Jones em 1969.

Das três tenistas da casa que seguem na disputa, Dart é a que tem rival menos gabaritada, enfrentando a chinesa Xinyu Wang na próxima fase. Raducanu medirá forças com a grega Maria Sakkari, cabeça de chave 9, enquanto Kartal desafiará a norte-americana Coco Gauff, atual vice-líder do ranking.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE