PLACAR

Pedretti mantém boa fase e vence o 6º jogo seguido

Thaísa Pedretti (Foto: Marcello Zambrana/DGW)

Córdoba (Argentina) – Depois de ter conquistado um título em Buenos Aires no último sábado, Thaísa Pedretti deu continuidade ao bom momento no circuito e venceu seu sexto jogo seguido em quadras de saibro na Argentina, estreando com vitória no ITF W15 de Córdoba. Pedretti venceu nesta quarta-feira a convidada local Delfina Yanez por duplo 6/0

Pedretti voltará ao ranking profissional da WTA na próxima semana, quando forem computados os 10 pontos de sua recente conquista em Buenos Aires. A paulista de 24 anos ficou praticamente um ano sem jogar, entre dezembro do ano passado e novembro deste ano. Seu melhor ranking da carreira é o 379º, alcançado ainda em 2020. Ela enfrenta nas oitavas a argentina Agustina Chlpac, cabeça 7 do torneio.

Outras duas brasileiras foram superadas na primeira rodada. A jovem paulista de 19 anos Catarina Melleiro foi superada pela argentina vinda do quali Martina Maria Bovio por 6/7 (6-8), 6/1 e 6/2. Já a também paulista Letícia Vidal, que veio do quali, caiu diante da cabeça 2 local Luisina Giovannini por 6/2 e 6/1.

Brasileiras caem na estreia na Tunísia
A rodada no ITF W15 de Monastir, em quadras duras na Tunísia, não foi boa para as quatro brasileiras, que foram eliminadas ainda na estreia da competição. Na última terça, Luana Plaza foi superada pela egípcia Merna Refaat por 6/3, 2/6 e 7/6 (7-3), enquanto Olívia Carneiro perdeu por 6/0 e 6/1 para a holandesa Rose Marie Nijkamp. Já nesta quarta, a cabeça 2 Ana Candiotto foi superada pela holandesa Dilara Okur por 6/0, 6/7 (3-7) e 7/5, enquanto Julia Konishi perdeu para a alemã Luise Reisel por duplo 7/5.

5 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Paulo A.
Paulo A.
3 meses atrás

Na torcida por mais um título da Thaisa. Quero vê-la subindo logo no ranking…

Guilherme ES Ribeiro
Guilherme ES Ribeiro
3 meses atrás

Pedretti voltou voando. Agora a fase da Candiotto tá braba. Não consegue engrenar. E a Olivia tomou um atropelo. Estava na torcida por elas.

Jorge Luiz
Jorge Luiz
3 meses atrás

Pedretti está bem acima das brasileiras com exceção da Bia e Laura Pigossi, Luana, Candioto, Konisch.nao dão esperanças não, diferente da Victória e da Boher

Haroldo Guimaraes
Haroldo Guimaraes
3 meses atrás

Parabens Pedretti, voando….a Catarina pode ir mais longe, deu trabalho. As outras infelizmente vao ficar entre 700 e 1000, tinha esperança na Luana, eh esforçada, estilo Ce

Haroldo Guimaraes
Haroldo Guimaraes
3 meses atrás

Parabens ao novo site,mais leve e profissional. E agora sem as discussoes com palavreados chulos. Sejamos adultos

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE