PLACAR

Olívia Carneiro e Pedro Rodrigues caem na semi em Medellín

Pedro Rodrigues (Foto: João Pires/Fotojump)

Medellín (Colômbia) – Chegou ao fim a participação brasileira nas chaves de simples do ITF J300 de Medellín, torneio juvenil disputado no saibro da Colômbia. Últimos remanescentes do país na competição individual, a paulista Olívia Carneiro e o mineiro Pedro Rodrigues se despediram nas semifinais deste sábado.

Brasileira mais bem colocada no ranking mundial juvenil, ocupanda a 37ª posição aos 17 anos, Olívia foi superada em jogo duríssimo de três sets pela argentina Luna Cinalli, segunda cabeça de chave do torneio e 29ª colocada, com o placar final de 6/2, 3/6 e 7/6 (7-5). Cinalli enfrentará na decisão a colombiana Valentina Arias, 139ª do mundo sétima pré-classificada, que bateu a quarta favorita peruana Francesca Bunikowska por 7/6 (7-1) e 6/4.

Vinda de um título de duplas no Banana Bowl no último final de semana, Olívia tem três títulos de simples no circuito, o mais recente em outubro em La Paz. Ela está apenas cinco posições abaixo do melhor ranking da carreira, o 32º lugar, alcançado em fevereiro. O torneio na Colômbia dá 300 pontos para a campeã, 210 para a vice e 140 para as semifinalistas. Já o ranking considera os seis melhores resultados de simples e mais 25% das seis melhores pontuações nas duplas.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Pela chave masculina, Pedro Rodrigues, também de 17 anos e 59º do ranking, começou com tudo, mas acabou caindo de virada para o argentino Maximo Zeitune, 47º colocado e quinto pré-inscrito no torneio, com parciais de 0/6, 6/4 e 6/4. Zeitune medirá forças com o colombiano Miguel Tobon, 37º do mundo e principal favorito da competição, que derrotou o compatriota Samuel Heredia por 6/4 e 6/1.

Campeão da Copa Davis Júnior pelo Brasil em 2022, Rodrigues tem como melhor ranking da carreira o 21º lugar e já venceu seis torneios no circuito da ITF. Com os pontos da semana, ele vai se reaproximando do top 50, marca importante na busca por vagas em Roland Garros.

Guto e Chabalgoity ficam com o vice nas duplas
Também neste sábado, o dueto nacional de Luis Augusto Miguel e Pedro Chabalgoity foi superado na decisão da chave de duplas pelos próprios finalistas do torneio de simples, Miguel Tobon e Maximo Zeitune, que formaram a parceria cabeça 1. De virada, o colombiano e o argentino venceram por 6/7 (4-7), 6/4 e 10-6.

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Scott
Scott
30 dias atrás

Que triste. O tenis brasileiro vem convivendo com muitas derrotas.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja os melhores lances da decisão em Monte Carlo

Medvedev em outro ataque de fúria e desconta na raquete

PUBLICIDADE