PLACAR

Murray deslancha e anota ‘pneu’ na estreia em Toronto

Foto: Peter Power/NBOtoronto

Toronto (Canadá) – A estreia de Andy Murray no Masters 1000 de Toronto, nesta terça-feira, contra o italiano Lorenzo Sonego, foi marcada por dois sets distintos, o primeiro decidido apenas no tiebreak e o segundo com domínio do britânico, que anotou um ‘pneu’ e fechou o jogo com placar final de 7/6(3) 6/0, depois de 2h08 de confronto.

O próximo adversário de Murray na competição ainda não está definido. O ex-número 1 do mundo espera agora pelo vencedor do duelo entre o tenista da casa Felix Auger-Aliassime, cabeça de chave número 10, e do australiano Max Purcell, que veio do qualificatório.

Mais uma vez, Murray se destacou pela consistência, cometeu 12 erros não forçados e anotou 12 bolas vencedoras. No primeiro set da partida, ele teve bastante trabalho e inclusive precisou salvar dois set-points com o saque, no décimo game, para levar a definição para o desempate.

No tiebreak, Sonego chegou a abrir 2-0 com um mini-break de frente, mas depois disso perdeu seis pontos seguidos, três deles com o serviço. O italiano salvou o primeiro set-point que encarou contra, com o saquem mas não resistiu ao segundo e viu Murray largar na frente.

Sonego teve desempenho terrível com o serviço na segunda parcial, vencendo apenas 29% dos pontos, aproveitamento inferior ao que teve devolvendo (35%). Não à toa, ele levou três quebras consecutivas e não venceu mais um game sequer no jogo, somando apenas 13 pontos em todo o set.

Vindo do quali, norte-americano Marcos Giron manteve o embalo e derrubou o finlandês Emil Ruusuvuori em dois tiebreaks, com parciais de 7/6 (7-4) e 7/6 (8-6). Na segunda rodada ele desafiará outro escandinavo, o dinamarquês Holger Rune, quinto pré-classificado, que entra avançado na disputa.

Outro representante dos Estados Unidos que passou pela primeira rodada foi Sebastian Korda, responsável ela eliminação do argentino Tomas Martin Etcheverry com o placar final de 6/3 e 6/2. Ele enfrentará quem passar do embate entre o lucky-loser australiano Aleksandar Vukic e o croata Borna Coric, cabeça de chave 14.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE