PLACAR

Monteiro busca 3ª virada e fatura título em Campinas

Foto: João Pires/Fotojump

Campinas (SP) – Pela terceira vez na semana, Thiago Monteiro conseguiu uma vitória de virada, o que foi fundamental para ele conquistar o ATP Challenger de Campinas. Monteiro superou neste domingo o argentino Camilo Carabelli, 166º do ranking, por 3/6, 6/4 e 6/4 em uma longa partida com 2h52 de duração na quadra de saibro da Sociedade Hípica. O evento distribui US$ 130 mil em prêmios e 100 pontos no ranking ao campeão. O Santander é o patrocinador oficial.

Depois de um sábado de muita chuva, o cearense de 29 anos superou uma rodada dupla no último dia do torneio, tendo vencido o jovem italiano de 21 anos Luciano Darderi na semifinal pela manhã. Suas vitórias de virada foram contra o argentino Facundo Diaz Acosta nas oitavas e diante do boliviano Hugo Dellien nas quartas de final, além de ter passado por Gustavo Heide na estreia.

Este é o nono nível challenger na carreira de Monteiro, que disputou sua 14ª final em torneios deste porte. Ele também se torna o segundo brasileiro a conquistar o troféu em Campinas em 13 edições do evento, juntando-se ao gaúcho Guilherme Clezar, vencedor em 2013.

Além disso, Monteiro recupera espaço no ranking. Ex-número 61 do mundo e atual 150º do ranking, ele salta para o 123º lugar e com grandes chances de voltar ao top 100 e lutar por vaga direta no próximo Australian Open. O cearense também volta a ser o número 2 do Brasil, ultrapassando Felipe Meligeni e ficando atrás apenas de Thiago Wild. Na semana que vem, Monteiro e Meligeni jogam o challenger de Buenos Aires. O ranking da ATP só será atualizado após o Masters 1000 de Xangai.

O primeiro set da partida teve apenas uma quebra. Monteiro já começou a partida encarando alguns games longos em seu saque e chegou a reverter um 0-40 antes de confirmar o serviço no 2/2, mas voltaria a sofrer pressão dois games mais tarde. Carabelli aproveitou o quinto break-point que teve na partida e fez 4/2. Na reta final do set, o argentino escapou de duas chances de quebra, uma delas quando sacava para fechar.

Com duas vitórias de virada no caminho até a final, Monteiro não se abalou com a desvantagem no placar e abriu grande vantagem no segundo set. Depois de salvar um break-point no início da parcial, o cearense conseguiu duas quebras e saiu vencendo por 4/0. Naquele momento, o cearense tentava jogar mais perto da linha de base comandar os pontos com o forehand.

Quando teve a oportunidade vencer seu quinto game seguido, Monteiro teve seu serviço quebrado e permitiu a reação de Carabelli. O argentino ganhou confiança e voltou a jogar de forma mais agressiva para conseguir mais uma quebra buscar o empate. Mas o cearense fez um bom game de saque para liderar por 5/4, enqunato o rival cometeu três erros não-forçados seguidos no último game da parcial.

Bastante apoiado pela torcida em Campinas, o brasileiro já largou com 2/0 no terceiro set. Carabelli conseguiu devolver a quebra, mas depois Monteiro não correu mais nenhum risco nos games de serviço. O cearense vinha confirmando rapidamente seus saques, enquanto o argentino passava por alguns momentos de pressão. No match-point, Carabelli cometeu uma dupla falta e Monteiro comemorou o título em casa.

Argentinos conquistam o título de duplas
O título de duplas em Campinas ficou com os argentinos Guido Andreozzi e Guillermo Duran. Principais cabeças de chave, eles venceram na final o equatoriano Diego Hidalgo e o colombiano Cristian Rodriguez por 7/6 (7-4) e 6/3. É o segundo título da parceria na temporada, depois da conquista em Concepción ainda em janeiro. Andreozzi, de 32 anos é o 84º do ranking. Já Duran, de 35 anos, ocupa o 91º lugar.

A 13ª edição do Campeonato Internacional de Tênis é apresentado pelo Santander, por meio da Lei Federal de Incentivo ao Esporte do Ministério do Esporte, e conta com o copatrocínio de EMS Farmacêutica, Esfera, Hospital Vera Cruz, Comgás, Lenovo, Atlas Schindler, Alupar, Taesa, BYD DAHRUJ, Azul Linhas Aéreas – Transportadora Oficial, Trinity, EY, INNI Sports – Bola e Roupa Oficial, Stella Artois Pure Gold, Grupo Placar – Grama Sintética, Aberje, Eletromidia, ESPN e STAR+.

O ATP Challenger de Campinas também reúne o apoio da Sociedade Hípica de Campinas, sede da competição, e integra o calendário mundial ATP Challenger Tour 100. A realização é do Instituto Sports.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE