PLACAR

Mateus Alves busca no saibro alemão seu 5º título profissional

Mateus Alves (Foto: João Pires/ Instituto Sports)

Marburg (Alemanha) – O paulista Mateus Alves vai atrás de mais um título de nível ITF em sua carreira. O tenista de 23 anos superou neste sábado o georgiano Saba Purtseladze, por duplo 6/3, e está na decisão do ITF de nível M25 que acontece no saibro alemão e oferece US$ 25 mil de premiação.

Alves aguarda a definição do adversário, que sairá mais tarde do duelo entre o canhoto local Lucas Gerch, 379ª do ranking, e o belga Raphael Collignon, 358º colocado.

Esta é a segunda final de Alves nesta temporada, depois do vice obtido no M25 de Maceió, em março, superado então por Daniel Dutra da Silva. Vai em busca do quinto título profissional da carreira, tendo vencido dois M25, em Campos do Jordão há dois anos e Mosquera em 2023. Os outros são de nível M15, em Cancún de 2019 e Heraklion em 2020.

Com a campanha até aqui, Mateus pode saltar até 44 postos no ranking que será divulgado após Wimbledon e com isso ficará novamente entre os 400 mais bem classificados. Em caso de título neste domingo, poderá chegar ao 375º posto e anotar seu recorde pessoal, que foi o 377º.

Luz, Zormann e Sell se despedem de torneios

Em jogo iniciado na última sexta-feira e retomado neste sábado, a parceria brasileira de Orlando Luz e Marcelo Zormann foi eliminada na estreia do challenger de Brasov, em quadras de saibro na Romênia. Eles foram superados pelo espanhol Javier Barranco Cosano e o norte-americano Nicolas Moreno de Alboran por duplo 7/6 (7-4). O torneio teve longas interrupções por chuva durante a semana.

Já pelo ITF M15 Lakewood, em quadras duras nos Estados Unidos, o catarinense Karue Sell foi eliminado na semifinal. Principal cabeça de chave do torneio e 463º do ranking aos 30 anos, Sell perdeu para o norte-americano de 23 anos Govind Nanda, número 1.412 do mundo, por 6/4 e 6/1 em 1h28 de partida neste sábado. O algoz do brasileiro tem quatro títulos de ITF e seu melhor ranking é o 339º lugar da ATP.

8 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Scott
Scott
12 dias atrás

Não sei se paga a conta de viagens caras e um custo escorchante. Mas é o que dá pro Mateusinho ganhar, no nível atual. Se a conta fecha, o negócio é focar nesses ITFs pequenos.

André
André
12 dias atrás
Responder para  Scott

Nesse nível a conta não fecha não, tem q por do bolso ou de patrocínios.

Mário Sérgio Cruz
Editor
11 dias atrás
Responder para  Scott

No caso específico da Alemanha, muitos tenistas têm a opção de jogar os interclubes de lá. É um dinheiro que entra, você tem uma estrutura melhor para treinar, além de poder se testar contra gente de um nível mais alto.

Refaelov
Refaelov
12 dias atrás

Achei uma boa dar esse passo pra tras e jogar um ITF25 para recuperar confiança e ritmo de jogo, se vier título então, ainda melhor.. Mateus é um cara q tem peso de bola pra sonhar com voos maiores mas, ainda falta muita consistência nos jogos..

Última edição 12 dias atrás by Refaelov
João Sawao ando
João Sawao ando
12 dias atrás

Vamos alves

Jorge Luiz
Jorge Luiz
12 dias atrás

Sell perder para um cabra que com 23 anos é 1400 e muito do ranking é brochante

Thiago
Thiago
11 dias atrás
Responder para  Jorge Luiz

Mas tem uma turma aqui que põe ele no pedestal, sabe-se lá por que, enquanto chamam vários brasileiros mais bem rankeados e com resultados bem mais relevantes de pangarés.

Ernani Chaves
Ernani Chaves
11 dias atrás
Responder para  Jorge Luiz

O cara está retornando ao circuito, já foi 339. do ranking

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE