PLACAR

Lesão no braço piora após Madri e Alcaraz desiste de Roma

Foto: Corinne Dubreuil/ATP Tour

Madri (Espanha) – A sexta-feira não foi de boas notícias para o espanhol Carlos Alcaraz, que anunciou uma lesão no braço direito apontada por exames feitos após a disputa do Masters 1000 de Madri, onde caiu nas quartas de final. O problema é um pouco mais complicado e o atual número 3 do mundo será forçado a desistir do Masters 1000 de Roma.

“Senti dores depois de jogar em Madri, desconforto no braço. Hoje fiz alguns exames e estou com edema muscular no pronador redondo, consequência da minha última lesão. Infelizmente não poderei jogar em Roma. Preciso descansar para me recuperar e poder jogar 100% sem dor”, escreveu o espanhol em suas redes sociais.

O tenista de 20 anos entrou na disputa em Madri com uma proteção no antebraço direito, depois de desistir do Masters 1000 de Monte Carlo e do ATP 500 de Barcelona por causa do problema. Durante sua campanha na capital espanhola, ele foi vendo evolução e chegou a relatar que não sentia mais dor, só que o jogo longo com o alemão Jan-Lennard Struff parece ter mudado a situação.

Depois da eliminação diante do russo Andrey Rublev, o tenista da casa contou que entrou em quadra com o desgaste da partida anterior. “Fazia um tempo que não competia nesse nível e hoje acordei com dores no corpo e no antebraço”, comentou Alcaraz sobre o seu estado físico antes da partida de quartas de final em Madri.

Alcaraz não deverá ser muito prejudicado em termos de ranking, uma vez que no ano passado não passou da terceira rodada em Roma, onde defende apenas 45 pontos. Porém, sua preparação para Roland Garros está comprometida, indo para a disputa em Paris se recuperando de lesão e com apenas um torneio disputado no saibro.

27 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Luciano
Luciano
16 dias atrás

Que pena! Tomara que se recupere totalmente até Roland Garros!

Paulo A.
Paulo A.
16 dias atrás
Responder para  Luciano

Pobre Carlitos! RG em risco…

João Sawao ando
João Sawao ando
16 dias atrás

Será que joga Roland garros?

Rockton
Rockton
16 dias atrás

Alcaraz e Sinner estão pagando o preço da intensidade que colocaram em quadra para serem dominantes atualmente.
Vão precisar dosar mais a participação em torneios se quiserem ter longevidade.
No nível de intensidade que estão jogando, o corpo vai pagar um preço bem alto.

Felipe
Felipe
16 dias atrás
Responder para  Rockton

O importante, já que a intensidade está insana, é saber escolher o melhor calendário possível. Por exemplo, pra que jogar IW e depois Miami? Pra que jogar Madri e depois querer Roma, etc etc
Cuidar do over training tbm .

Luiz Otavio
Luiz Otavio
16 dias atrás
Responder para  Felipe

Acredito que na epoca deste trio o jogo não era tão fisico como atualmente. A cada dia que passa, em todos os esportes, se torna mais fisico… Ao mesmo tempo o numero de lesões aumenta, mesmo com toda a preparação…

André Aguiar
André Aguiar
16 dias atrás
Responder para  Felipe

https://tenisbrasil.uol.com.br/como-funcionam-os-rankings-masculinos

“Para o ranking, a ATP considera os 19 principais torneios de cada jogador, independente da sua categoria, sendo respeitados no entanto os 4 Grand Slam e 8 Masters 1000 como obrigatórios para os melhores do mundo.
Caso um jogador que tenha ranking para tal não dispute um desses eventos obrigatórios, por qualquer motivo, receberá zero ponto”.

Ou seja, Felipe, caso eles seguissem a sua recomendação, cairiam bastante no ranking.
O sistema é bruto.

Sérgio Ribeiro
Sérgio Ribeiro
16 dias atrás
Responder para  Rockton

Na mesma idade Federer, Nadal e Djokovic participavam de muito mais Torneios que JANNIK SINNER e Carlos Alcaraz. ATPs 500 e 250 faziam parte do cardápio do BIG 3 . No caso de Carlitos, Ferrero contemporâneo dos citados , com certeza está gerindo da melhor forma possível. A maior intensidade é praticada pelo Circuito como um todo. Ao menos meu ver. Abs!

Flávio
Flávio
16 dias atrás
Responder para  Sérgio Ribeiro

Sérgio o tênis masculino é muito disputado, hoje top 10 ou top 15 pode vencer o número 1, Djokovic, porque o nível nessa modalidade esta alto, por isso ótimos jogadores como Sinner e Alcaraz estão sendo levados ao limite por eles e acaba que o corpo não aguenta e aí será preciso escolher certos torneios a disputar que nem Djokovic faz sabiamente. Abraços.

YAN
YAN
16 dias atrás
Responder para  Sérgio Ribeiro

Fala Sergio, tudo bem ? Então, acho complicado comparar épocas distintas no tênis, agora o esporte é muito mais físico do que na época a que você se referiu. Acho que não é toa que tantos tenistas da atualidade tem sofrido com problemas de contusões, se exige muito mais do corpo do que antes. Abraço.

Flávio
Flávio
16 dias atrás
Responder para  Rockton

Até que você tem razão Rockton é porque o nível do tênis masculino é altíssimo e atletas de ótimo nível como Sinner e Alcaraz estão sendo exigidos ao limite por isso estão sofrendo descarga física o Djokovic sabendo do nível que esta o tênis masculino precisa escolher alguns torneios pra não ter uma descarga intensa de energia, pois hoje o top 10 e até o top 15 no tênis masculino está muito disputado fazendo com que o nível do tênis masculino seja alto nível, diferente do tênis feminino que lá só 4 conseguem se manter e as outras vivem de lampejo.

Haroldo Guimarães
Haroldo Guimarães
16 dias atrás

Tudo encaminhado pra Djoko ganhar Roma e RG, a disputa é para ser um vice com louvor… e já que é tema inútil de discussão devia pedir a camisa em cada final.

Felipe
Felipe
16 dias atrás

Foi fofinha em Madri, tá ok, defendia o título, mas curat bem da lesão é mais importante.

Sérgio Ribeiro
Sérgio Ribeiro
16 dias atrás

Até mesmo especialistas falando em mental, sem perceber que Carlitos não disparou seu poderoso Forehand na partida inteira contra Rublev. Estava claro que a lesão prejudicou sua performance . Ninguém pula , Monte Carlo , Barcelona e Roma atoa . Quanto a comparações, o N 1 era o Rei dos abandonos na mesma idade. Roland Garros é sem dúvidas o Torneio mais importante para TODOS, inclusive MEDVEDEV. Abs!

Gustavo Luis
Gustavo Luis
16 dias atrás

Pelo visto Roma vai estar com a chave bastante esvaziada.

Ótima oportunidade para Ruud e outros pangarés fazerem a festa rsrsrs

Flávio
Flávio
16 dias atrás
Responder para  Gustavo Luis

Gustavo Luis não acho o Ruud pangaré mais não ele já ganhou do Djokovic e do Tsitipas, agora o que mostra é cada vez mais o tênis masculino esta ficando muito disputado e hoje um top 10 pode ganhar de um top 3.

Geraldo Cristóvão
Geraldo Cristóvão
16 dias atrás
Responder para  Flávio

Nunca vi uma chave de Grand Slam se abrir tanto para um jogador qualificado, mas na ocasião do GS, estar com baixo ranking, assim como aconteceu em 2001 com Goran Ivanisevic, campeão em Wimbledon.
Rafael Nadal só de camarote observando as notícias de lesões dos principais rankeados e com históricos ameaçadores no saibro.
Novak Djokovic chegará a RG sem ritmo. Não chegará à semifinal de Roma. Sabemos que a terra batida apronta muitas surpresas.
A terra batida, quadra lenta, é palco de jovens físicos corredores. Então, não veremos os principais nomes do ranking com desempenho impecável em função de limitações físicas (lesão ou falta de ritmo). Portas abertas para novos nomes se destacarem como os Argentinos Cerúndolo e Cachin ou Holger Rune.
Tsitsipas e Casper Ruud correm por fora, mas não vejo características marcantes para algum dos dois ir além da semifinal.
Rafael Nadal passa a ser um competidor a ser considerado neste específico torneio de tenis.

Danilo Jeolás
Danilo Jeolás
16 dias atrás

Fato que cada vez mais o jogo está com maior intensidade e exigindo mais do físico. Mas para a pouca idade que têm, Alcaraz se lesiona muito.

Lucas Silva
Lucas Silva
16 dias atrás

Bom dia equipe da edição do Tênis Brasil. Parabéns pela reportagem. Apenas um detalhe: onde está escrito ATP 500 de Roma, deveria ser Barcelona.

José Nilton Dalcim
Admin
16 dias atrás
Responder para  Lucas Silva

Obrigado!

Lion
Lion
16 dias atrás

Parece que o estilo de jogo do Alcaraz, o Tênis Total (atacar e defender com a mesma intensidade e maestria), afinal, era bom demais pra ser verdade…

Andy Schmid
Andy Schmid
16 dias atrás

Sei não… Rolando Arroz tá caindo de bandeja no colo do GOAT.

Sérgio Ribeiro
Sérgio Ribeiro
16 dias atrás
Responder para  Andy Schmid

Jura ????. Falando sério os caras estarão todos lá. Como será a performance até a do ” goat ” e ‘ uma incógnita.. rs. Abs!

Marcelo Krebs
Marcelo Krebs
16 dias atrás

Roma desse jeito não terá nenhum top 10 rsrs

rafael luis
rafael luis
16 dias atrás

Muito mimimi. Esse Alcaraz geracao nutella 20 anos, nao vai durar muito no circuito. Os ultimos master 1000 foram todos de 2 semanas. Joga 1 dia, descansa o outro. Ta se resguardando pra Roland Garros, achando que tem chance de ganhar la. Vai chegar la sem ritmo. Do jeito que ta jogando, nao vai passar das 4as de final. Djoko que esta certo, vai aquecer em Roma cujas condicoes sao praticamente identicas a RG e faturar o caneco de novo.

YAN
YAN
16 dias atrás
Responder para  rafael luis

Amigão, se o Djokovic chegar nas 4as de Rolanga já será um milagre, visto o nível de tênis apresentado por ele esse ano. Lembremos: eliminado do AO sem conseguir nenhum break point. Abraço.

trackback

[…] de Carlos Alcaraz anunciar no dia anterior que também não irá à capital italiana devido ao agravamento de sua lesão no antebraço após a disputa em Madri. Outro jogador que pode não ir ao Foro Italico é o atual campeão Daniil […]

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Nadal leva público italiano ao delírio com incrível reação

Conheça o que aconteceu nos bastidores do WTA 100 de Madri

PUBLICIDADE