PLACAR

Kyrgios: “Se eu tomasse essas porcarias, teria 5 Slam”

Sydney (Austrália) – O caso envolvendo a romena Simona Halep, que foi punida com 4 anos de suspensão após ter sido pega no antidoping, segue repercutindo entre os tenistas. A grega Maria Sakkari foi uma das que se colocou ao lado da ex-número 1 do mundo e criticou a forma como é feito o controle antidoping. Em contrapartida, o australiano Nick Kyrgios foi pelo lado oposto e disparou contra as duas.

Sakkari disse que os jogadores não estão satisfeitos com o nível atual de testes e têm medo dos suplementos que tomam. “Uma coisa que posso dizer com certeza é que a maneira como eles lidam com todas as situações é simplesmente assustadora. Tomo muito cuidado com tudo que tem a ver com suplementos, mas não sei qual é o processo, como as coisas são feitas a portas fechadas”, falou a grega.

Depois de ficar sabendo sobre as declarações de Sakkari, Kyrgios não poupou críticas e indicou que os tenistas que resolvem tomar suplementos correm esse risco. “Eu corro com bananas e Coca-Cola em batalhas de 5 sets, meu histórico neles fala por si”, cutucou o australiano em sua conta no Twitter.

“Talvez os jogadores devessem simplesmente parar de tomar essas merdas obscuras, se olhar no espelho no final do dia e dizer que está fazendo o certo. Não é difícil”, acrescentou Nick, que completou o raciocínio em outra mensagem: “Se eu tomasse coisas semelhantes ao que ela tomou para ser banida por 4 anos, imagino que teria cerca de 5 Slam”, finalizou.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE