PLACAR

Konta: “Não há motivos para não gostar de Djokovic”

Foto: Western & Southern Open

Londres (Inglaterra) – Ex-número 4 do mundo, a britânica Johanna Konta não poupou elogios a Novak Djokovic após sua conquista do Masters 1000 de Cincinnati, batendo o espanhol Carlos Alcaraz em uma disputadíssima final de três sets e quase 4h de duração. Em entrevista ao Tennis365, ela lamentou que o sérvio não receba o reconhecimento devido.

“Acho que, de todos eles, Novak teve a pior situação quando se trata de imagem, por quaisquer motivos. Ele só chegou lá um pouco mais tarde, então já tinha uma torcida muito forte para Rafa (Nadal) e para Roger (Federer)”, comentou a britânica.

“Além disso, Rafa e Roger podem alegar que mudaram o jogo, trouxeram algo novo. Novak não pode realmente afirmar isso. Ele só chegou lá um pouco mais tarde, mas ele é um dos principais motivos pelos quais o jogo está onde está agora. As pessoas não gostam dele porque está na moda. Acho que nenhuma pessoa pode dizer por que não gosta de Djokovic”, disse Konta.

Para ela, não há motivos para ter algo contra qualquer um do Big 3. “Ninguém o conhece, assim como ninguém conhece Roger ou Rafa pessoalmente. Se você parar qualquer fã e perguntar por que eles não gostam de Djokovic, eles não saberão realmente. É por isso que sou uma fã de Djokovic. Eu realmente quero que chegue a 24 Grand Slams. Sempre apoio os principais nomes e não os azarões”.

Konta vê o sérvio não precisando provar nada a ninguém e acredita que tudo que ele busca é para si. “Ele perdeu uma final brilhante (de Wimbledon) contra um jogador brilhante que provavelmente será o futuro do nosso esporte, mas não só espero que chegue aos 24 Slam, mas que possa também vencer mais alguns depois disso”, finalizou.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE