PLACAR

Juiz italiano nascido no Brasil é suspenso por 7 anos

Foto: Pixabay

Londres (Inglaterra) – A Agência Internacional para a Integridade do Tênis (ITIA) informou nesta segunda-feira que Antonio Casa foi suspenso do esporte por um período de sete anos e seis meses após violações do Programa Anticorrupção do Tênis. O juiz nasceu no Brasil, mas é federado pela Itália e não tem qualquer envolvimento com o tênis nacional.

Em um primeiro momento, a ITIA divulgou um comunicado afirmando que o árbitro suspenso era brasileiro, mas depois corrigiu a informação. “O comunicado foi alterado em relação a uma versão anterior que se referia à Casa como brasileiro. Embora nascido no Brasil, Casa é de nacionalidade italiana”, explicou a entidade em seu site.

Árbitro de nível nacional na Itália, Casa admitiu sete violações ao programa anticorrupção, incluindo tentativa de cometer crime de corrupção, manipulação de pontuação de jogos para fins de apostas e facilitação de apostas. Ele atuou em eventos de US$ 15 mil e US$ 25 mil da ITF e atuou como juiz de linha no nível challenger.

Casa cooperou totalmente com a investigação da ITIA e renunciou ao seu direito a uma audiência perante um juiz independente. Ele também foi multado em US$ 25.001, dos quais US$ 17.001 foram suspensos. A sanção acordada começou em 28 de março de 2024 e terminará à meia-noite de 27 de setembro de 2031.

 

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Rubio
Rubio
1 mês atrás

Parabéns Tênis Brasil por esclarecer a verdade
Espero que todos os veículos que postaram que o indivíduo era brasileiro se retratem e divulguem o correto
Abs

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Nadal leva público italiano ao delírio com incrível reação

Conheça o que aconteceu nos bastidores do WTA 100 de Madri

PUBLICIDADE