PLACAR

Itália coloca top 10 em todos os rankings da temporada

Fotos: FFT

Roma (Itália) – A grande campanha italiana em Roland Garros culminou em um feito inédito para o país nos rankings da ATP e WTA. Pela primeira vez na história, a Itália terá pelo menos um representante em todas as listas na corrida da temporada, incluindo simples e duplas tanto no masculino quanto no feminino.

Entre os homens, o grande destaque desta segunda-feira é a chegada de Jannik Sinner ao topo, tornando-se o 29º jogador e o primeiro italiano a liderar o ranking individual da ATP desde sua criação, em 1973. Além disso, o jovem de 22 anos é também aquele que mais pontos somou em 2024, com quase mil pontos de frente para o alemão Alexander Zverev, que aparece no segundo lugar.

Nas duplas, a Itália tem a quarta melhor parceria do ano, com os atuais vice-campeões de Roma e Roland Garros, o veterano Simone Bolelli e seu companheiro Andrea Vavassori. Os dois estão a apenas 140 pontos dos atuais líderes, o indiano Rohan Bopanna e o australiano Matthew Ebden, que faturaram o Australian Open em janeiro justamente em cima dos italianos na decisão.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Já no ranking que considera as últimas 52 semanas, Vavassori também está no top 10, ocupando exatamente a décima posisção, enquanto Bolelli aparece um posto abaixo, com 200 pontos de diferença entre eles.

Paolini e Errani também brilham no feminino

Enquanto isso, nas listas da WTA, Jasmine Paolini faz sua estreia entre as dez melhores do mundo em simples e aparece hoje no sétimo lugar. Já na briga por uma vaga no Finals de Riad, a tenista de 28 anos é a quinta mais bem posicionada, a 153 pontos de distância da norte-americana Coco Gauff, a quarta colocada.

Campeã de Roma e vice em Paris ao lado da compatriota Sara Errani, Paolini também atinge nesta segunda-feira o seu melhor ranking nas duplas, chegando ao 14º lugar, exatamente um acima de sua parceira. Já na corrida para o WTA Finals, as duas italianas formam a segunda melhor parceria do ano, atrás apenas da taiwanesa Su-wei Hsieh e a belga Elise Mertens.

Juvenil recupera terreno

Completando a lista de italianos no top 10, o juvenil Federico Cina, de 17 anos, conseguiu dar um salto de três lugares após a campanha até as oitavas de final em Roland Garros e é agora o sexto melhor do mundo no ranking da ITF. Apesar da melhora, ele ainda está abaixo de sua melhor marca, o quarto lugar obtido em janeiro. Cina possui quatro títulos no circuito de juniores, sendo um de nível J3, outro J5 e mais dois J300.

2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Blumenau Coleções
Blumenau Coleções
7 dias atrás

Taí, pra quem acredita em estatísticas, a Itália então teria que ser a favorita pra levar o ouro olímpico em todas as modalidades no Tênis, Mas sabemos que não é assim que funciona. Existe um fator chamado zebra que pode muito bem galopar em Paris. Vamos torcer para que nossos atletas se encaixem neste perfil e tragam medalhas para o orgulho do país.

Fernando S P
Fernando S P
7 dias atrás
Responder para  Blumenau Coleções

Por que em todas as modalidades? Sinner é o único número 1. E dado o local dos jogos, acredito que os favoritos sejam a Iga e o Alcaraz, não? Nas duplas, o retrospecto não conta muito, já que os “simplistas” levam as Olimpíadas a sério. Talvez Alcaraz/Nadal e Gauff/Pegula sejam os favoritos.

Acho que Bia e Luisa estão entre as principais duplas.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Alcaraz e Murray: treino entre campeões em Queen's

Os melhores lances da campeã Boulter na grama de Nottingham

PUBLICIDADE