PLACAR

Hurkacz quer ser mais do que “o cara que aposentou Federer”

Foto: Simon Bruty/AELTC

Londres (Inglaterra) – Atual número 7 do mundo, dono de oito troféus em nível ATP, dentre eles dois Masters 1000, e semifinalista de Wimbledon em 2021, o polonês Hubert Hurkacz tem um currículo de respeito, mas quer ainda mais. Apesar de todas essas conquistas, o jogador de 27 anos sente que muitas vezes é mais famoso por ter vencido Roger Federer em sua última partida oficial da carreira do que pelos próprios feitos como tenista, o que inclui títulos nas três superfícies do esporte.

Em entrevista ao jornal britânico The Guardian, Hurkacz falou sobre o assunto e destacou sua ambição de chegar ainda mais longe profissionalmente. “Sou ambicioso, quero ganhar torneios e estou muito orgulhoso por ganhar em todos os pisos. Espero poder fazer coisas boas no futuro para ser lembrado por mais do que apenas ter vencido o Roger”, frisou o polonês.

O jogo em questão foi o duelo de quartas de final no All England Club há três temporadas, no qual Hurkacz eliminou Federer com um triunfo por 3 sets a 0, incluindo um “pneu” na terceira parcial. Mesmo sem saber na época, aquela seria a última vez que o multicampeão suíço entraria em quadra numa partida oficial. No ano seguinte, ele faria seu jogo de despedida na Laver Cup, também em Londres, jogando duplas ao lado de Rafael Nadal.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Apesar de não querer carregar esse estigma, Hurkacz lembra com bastante carinho daquele 7 de julho de 2021, revelando ainda que Federer foi o seu ídolo de infância. “Foi muito especial jogar na Quadra Central com o Roger, só de sentir o clima. Foi muito barulhento. Nunca experimentei nada assim antes e estou feliz por ter vivido isso. Quando eu era criança, sempre admirei o Roger, ele era meu ídolo. Ele venceu oito vezes em Wimbledon e ter a oportunidade de jogar com ele ali naquela quadra única foi algo que sempre quis fazer”, comentou.

“Eu estava muito nervoso antes do jogo, mas também me sentia confiante no meu jogo naquele momento, sabia que estava jogando um bom tênis na grama, principalmente depois de vencer Medvedev em cinco sets. Eu senti que estava em um bom lugar e estava apenas tentando dar o meu melhor e competir. Foi estressante, mas também muito emocionante”, complementou.

Estilo perfeito para a grama

Com um excelente saque, Hubert Hurkacz desenvolveu um ótimo estilo para o jogo na grama e já conquistou grandes campanhas no piso natural. Além daquela semi em Wimbledon, ele alcançou duas finais no ATP 500 de Halle, ficando com o título em 2022 e o vice-campeonato na edição mais recente, finalizada há quatro dias.

Não à toa, ele admite que esta é sua superfície favorita, mesmo tendo precisado sair de seu país para poder pisar numa quadra dessas. “Na Polônia não tínhamos grama. Podemos ter algumas quadras privadas, mas eu não as compararia com as de Wimbledon. Desde que joguei lá pela primeira vez como juvenil, sempre ansiava por isso. Sempre quero entrar na grama e tentar fazer boas jogadas. Gosto muito desse ambiente e daquela sensação de jogar na grama”, explicou.

Por fim, ele falou sobre sua relação com a compatriota Iga Swiatek, com quem dividiu a quadra na campanha até a decisão da United Cup em janeiro e deverá formar parceria nos Jogos Olímpicos de Paris. “Não preciso estar aqui, pois a Iga está ganhando tudo. Também inspira fora da quadra o quão legal e ótima pessoa ela é. É realmente fantástico o que ela faz. Estou muito feliz por podermos jogar duplas mistas na Olimpíada, isso é muito especial”, afirmou.

17 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Jonas
Jonas
15 dias atrás

Realmente ele humilhou e aposentou Federer aquele dia, foi uma vergonha. Mas acho que top 15 tá bom pra ele.

Charlie
Charlie
15 dias atrás
Responder para  Jonas

Federer estava com o joelho machucado. Duvido muito que isso teria acontecido com Roger 50% do seu físico.

Sérgio Ribeiro
Sérgio Ribeiro
15 dias atrás
Responder para  Jonas

Acho incrível vir aqui e postar tamanha bobagem. Se conhecesses algo do Esporte veria a péssima movimentação do Craque Suíço que jamais jogou uma outra partida. Já o ” goat ” foi humilhado dentro de casa. Não obteve um ÚNICO break-point contra JANNIK SINNER na Semi do AOPEN 2024. Isto sim uma grande VERGONHA…Abs!

Jonas
Jonas
14 dias atrás
Responder para  Sérgio Ribeiro

Ué, a movimentação do Djokovic também estava horrível contra o Sinner.

A diferença é que o Federer foi humilhado, levou até pneu.

Sérgio Ribeiro
Sérgio Ribeiro
14 dias atrás
Responder para  Jonas

E não abandonou mesmo diante do iminente Pneu. Foi assim em 1526 partidas com ZERO abandonos . Já o ” goat ” é o recordista absoluto de largar jogos dentro do Big 3 . Com o joelho lesionado Hurkacz teria que se contentar com vitória em 2 Sets .Podes crer…Abs!

Jonas
Jonas
14 dias atrás
Responder para  Sérgio Ribeiro

Não muda o fato de que ele foi surrado na central de Wimbledon.

José Alexandre
José Alexandre
15 dias atrás

Qualquer um carregaria o fardo de ter aposentado o GOAT.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
15 dias atrás

É muito pouco para o Hurkacz querer ser apenas o cara que aniquilou o Terceirão com um lindo pneu. Deve almejar um Slam e mais Masters 1000.

Charlie
Charlie
15 dias atrás
Responder para  Paulo Almeida

Terceirão? Kkk Quer dizer que o Nadal está a frente dele sem nunca ter ganhado um Finals? Rsrs Roger Federer é o melhor tenista que já passou por esse mundo.

Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
15 dias atrás
Responder para  Charlie

Com 4 majors, 12 masters 1000 e 1 atp finals a menos?

Sérgio Ribeiro
Sérgio Ribeiro
15 dias atrás
Responder para  Paulo Sérgio

Sabes nada ” bigtitle” Paulinho Rsrsrs. Abs!

Joselito
Joselito
15 dias atrás

Doutrinou com requintes com requintes de crueldade.

Daniel Bittencourt
Daniel Bittencourt
15 dias atrás
Responder para  Joselito

Federer estava com o joelho avariado, logo após a partida ele fez a cirurgia. Doutrinado ele foi pelo Guga em Roland Garros em 2004.

Sérgio Ribeiro
Sérgio Ribeiro
15 dias atrás
Responder para  Daniel Bittencourt

Ali Federer estava inteiro. O Manezinho da Ilha jogou barbaridade. Um Serviço espetacular e Backhand na paralela impiedoso. Abs!

Daniel Bittencourt
Daniel Bittencourt
15 dias atrás

Infelizmente, nesta partida, o Federer já estava com problema no joelho. Logo após, ele realizou a cirurgia no joelho que culminou na sua aposentadoria.

Californication
Californication
15 dias atrás

Duas coisas, a primeira é que quem aposentou Federer foi Djokovic na famosa “maior amarelada de todos os tempos” e segundo, acho que vale mais exaltar Federer por com 40 anos chegar numa quartas de GS do que falar da derrota, e ainda mais, perdeu pra um jogador nível top 10, que a 3 temporadas termina no top 10, não foi qualquer um.

Nei Costa
Nei Costa
15 dias atrás
Responder para  Californication

Não foi pela derrota e sim pela forma. Federer já deveria ter sido eliminado na estreia, mas por obra do destino passou de fase, porém teria sido melhor se não tivesse vencido na estreia. Um pneu em plena quadra central foi uma despedida pra lá de melancólica.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Wimbledon seleciona os melhores backhands de 1 mão

Os históricos duelos entre Serena e Venus em Wimbledon

PUBLICIDADE