PLACAR

Halep rompe com Mouratoglou: “Sem confiança”

Foto: Site oficial/simonahalep.com

Bucareste (Romênia) – A parceria entre a romena Simona Halep e o badalado treinador francês Patrick Mouratoglou não existe mais. A decisão, que veio a público somente agora, foi tomada há algum tempo pela jogadora, que confirmou a ruptura com o técnico alegando a quebra de confiança na relação. Há cerca de um mês, o próprio Mouratoglou admitiu que sua equipe havia recomendado o uso de colágeno para a atleta, que após isso acabou testando positivo para a substância roxadustat e sendo suspensa por quatro anos.

Em entrevista para o Euronews que vai ao ar nesta sexta-feira, Halep falou abertamente sobre o assunto. “Eu sempre estive aberta a aprender com as pessoas. É por isso que você contrata pessoas, porque você precisa de informações, precisa ser melhor. Sempre confiei nisso e agora a minha confiança está quebrada, parei de trabalhar com Patrick e sua Academia desde que isso aconteceu.”

“No futuro não sei como será, se poderei confiar novamente. Provavelmente terei que aprender, porque este é o meu princípio de vida. Se você contrata alguém e trabalha com essa pessoa, você tem que confiar nela”, afirmou a romena de 32 anos.

Halep e Mouratoglou começaram a trabalhar juntos em abril de 2022, quando o francês ainda atuava como consultor técnico da equipe do grego Stefanos Tsitsipas. Sob o comando dele, a ex-número 1 do mundo conquistou o título WTA 1000 de Toronto e alcançou três semifinais na grama, em Birmingham, Bad Homburg e Wimbledon, além das quartas no saibro de Madri.

Cinco meses depois, em setembro, ela recebeu a notícia do doping e não jogou mais. Sua última partida foi na estreia do US Open do ano passado, quando caiu de virada para a ucraniana Daria Snigur. Desde então, Halep afirma ter vivido o pior ano de sua vida esportiva. “Dediquei toda a minha vida ao tênis, sei que nunca mais terei 25 anos, então encerrar minha carreira dessa forma seria catastrófico”, frisou.

Enquanto segue afastada das quadras, Halep se prepara para a audiência de apelação no Tribunal de Arbitragem do Esporte que acontece em fevereiro, convicta de sua inocência. “Está muito claro que se tratou de uma contaminação. Três dias antes do teste de urina positivo, eu tinha testado negativo no sangue e na urina. Foi dito desde o início que era uma quantidade extremamente baixa desta substância, e nesses três dias não podia ter me dopado. Não era a minha intenção e nunca foi a minha intenção fazer algo errado ou desrespeitar o desporto. Os meus princípios não são esses”, enfatiza.

7 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
SANDRO
SANDRO
7 meses atrás

Halep INJUSTIÇADA!!! Não façam essa COVARDIA com essa moça!!!

Paulo A.
Paulo A.
7 meses atrás

Espero que consiga provar sua inocência. Eu acredito nela.

hyrata hykeno abe
7 meses atrás

Essa maneira dramática e injusta que estão tratando a Simona é de doer o coração. Claramente ela é inocente mas sendo tratada como uma desonesta. Pra mim há algo mais além do que uma dose de dopping no organismo. Um dia saberemos.

Leo
Leo
7 meses atrás

A suspensão que ela recebeu foi muito longa. O Bellucci e a Bia não pegaram nem 1 ano… Talvez tenham exagerado na suspensão dela como um aviso para os demais tenistas tops.

Osvaldo
Osvaldo
7 meses atrás

linda mulher

Carlos
Carlos
7 meses atrás

Halep está sendo injustiçada. Que ela consiga a vitória no recurso!

Ivan
Ivan
7 meses atrás

Esse Mouratoglou é um traira fanfarrão e midiático. Halep não tem que confiar mesmo. Torcendo muito para acabar esse novela

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE