PLACAR

Frustrado, Djokovic admite que não tem jogado bem

Foto: Tennis Australia

Melbourne (Austrália) – Apesar da classificação para a terceira rodada do Australian Open e da invencibilidade de 30 jogos em Melbourne, Novak Djokovic não está satisfeito com seu desempenho no torneio. Nas duas partidas iniciais, ele foi bastante exigido pelo croata Dino Prizmic e o australiano Alexei Popyrin e precisou de quatro sets contra ambos os adversários para avançar de fase.

Mais do que os placares em si, o sérvio acredita que não tem estado em sua melhor forma nestes primeiros dias de competição. “Não tenho me sentido bem e nem jogado o meu melhor. É frustrante ver o nível de tênis que estou apresentando e os erros incomuns que ando cometendo, mas isso faz parte do esporte. Nem sempre é possível se sentir bem, ou jogar o melhor e é preciso encontrar uma forma de vencer, o que fiz contra dois jogadores de grande qualidade”, admitiu o número o número 1 do mundo.

“Posso ficar satisfeito com a vitória, já com o meu tênis, nem tanto. Mas, como disse, é normal passar por isso. Você apenas tem que aceitar e tentar achar uma saída a partir daí. À medida que o torneio avança, espero que as coisas sigam numa direção positiva em relação a como me sinto e o nível jogo”, acrescentou Nole.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

Djokovic também comentou sobre o momento em que se estranhou com um torcedor, explicando o que exatamente aconteceu. “Vocês não querem saber [o que ele me disse]. Muitas coisas me foram ditas na quadra e eu estava tolerando isso durante a maior parte da partida. A certa altura, eu estava farto e perguntei se ele queria vir e dizer aquilo na minha cara, mas ele não teve coragem de descer e se desculpou de longe”, disse.

Na próxima rodada, o decacampeão do Australian Open enfrentará o argentino Tomas Etcheverry, cabeça de chave 30 do torneio e a quem o sérvio derrotou duas vezes no ano passado em sets diretos, no saibro de Roma e no piso duro coberto de Paris. Questionado sobre o duelo, Nole elogiou o adversário e acredita que o tenista sul-americano esteja vivendo sua melhor fase no piso sintético.

“Não o vi jogar, mas ele venceu [Andy] Murray e [Gael] Monfils de forma bastante confortável em ambas as partidas. Terei que fazer minha lição de casa e ver como ele jogou essas partidas. Os resultados são realmente impressionantes e ele está talvez jogando o melhor tênis de sua vida na quadra dura. Vou tentar trazer algo das partidas anteriores que tivemos, mas acho que o nível dele em quadra dura melhorou muito. Os resultados são uma prova disso. Tenho que estar muito preparado”, analisou.

5 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Leonardo
Leonardo
1 mês atrás

Na verdade essa é uma das marcas de um grande campeão. Ganha sem jogar bem, encontra as soluções. Claro que a coisa pode apertar um pouco nas proximas rodadas, mas ele tem pela frente Etcheverry, passando, teria Mannarino ou Shelton, até aí pouca complicação. Depois dando a logica ele pegaria um Fritz ou Tsitsipas que o forçariam a subir o nivel um pouco, mas ambos são fregueses. Somente em uma eventual semi, que provavelmente seria Djokovic x Sinner é que ele realmente tem que jogar proximo do seu maximo. Então até agora as rodadas iniciais vão servindo para ele ir entrando em ritmo, mesmo sem jogar bem

Flávio
Flávio
1 mês atrás
Responder para  Leonardo

Também acho meu caro, agora o Djokovic não é nenhum garoto mais e é normal ter dificuldade que não tinha outrora no início, entendo a frustração do sérvio mas o físico esta começando a atingir o limite dele e mesmo assim ele ainda é muito bom e tem chances de vencer o slam 25 que aí sim a sua carreira vitoriosa já estará cumprida.

Daniel Neto
Daniel Neto
1 mês atrás

Sempre achei que ele joga num nível, na primeira semana, pra elevar na segunda. Aliás, sempre me chamou a atenção, a diferença de uma semi para uma final, pore exemplo. Parece outro jogador. Acho que ele é favoritíssimo pra ganhar mais um caneco.

Fernando Venezian
Fernando Venezian
1 mês atrás

Não tá jogando bem??…Enjoei de ver o Nole começar Grand Slams com o freio de mão puxado. E contra adversários bem meia boca. Nesse AO, ele já pegou dois jogadores duros e se saiu muito bem. Não entendi a declaração dele

Malacco
Malacco
1 mês atrás
Responder para  Fernando Venezian

A declaração dele foi mais para enaltecer os oponentes…
O potencial do Nole é muito alto.
O que ele mostrou até agora foi bom… Mas tem muito mais para jogar.
A segunda semana é sempre um show!!!

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE