PLACAR

FRASES: saiba o que comentam em Nova York

Foto: Reprodução/Youtube

“A paixão e o amor pelo jogo. Desde que me sinta bem em quadra, estou motivado, adoro o processo de estar de volta. Gosto da emoção que sinto no tênis, como hoje jogar na quadra 17, cheia de gente, jogar nos maiores torneios, jogar com um top 30, top 20 e ainda assim vencer é algo especial. Também sei que no dia em que parar, nunca encontrarei essas emoções em lugar nenhum. Eu sinto que não importa a idade que você tem. Se você ainda é apaixonado por alguma coisa, não deveria parar.”
Wawrinka sobre o que o faz continuar aos 38 anos

“O tênis tem sido uma grande parte da minha vida. É difícil dizer adeus. Não é fácil. Mas, eventualmente, esse dia chegaria. É difícil se preparar para as emoções disso. Mais importante ainda, tenho uma vida incrível, com certeza, e estou ansioso por cada segundo daqui para frente.”
Isner ao encerrar carreira aos 38 anos

“Eu me senti como a Barbie.”
Sabalenka em seu vestido rosa

“Tudo se resume um pouco ao Novak, ao Rafa e ao Roger, sabe? Muitos jogadores como Berdych, Ferrer, Nalbandian, Soderling, todos eles não ganharam um Slam. Não é tão fácil vencer essas coisas. Especialmente quando você tem três caras que realmente dominaram por 20 anos.”
Alexandre Zverev

“Está barulhento aqui em Nova York.”
Casper Ruud

“Surreal. Provavelmente tive vitórias maiores em termos de classificação em minha carreira, mas nada foi mais especial do que hoje.”
Michael Mmoh após superar Isner e aposentá-lo.

“Nesta fase da minha carreira, estou mais grato a cada dia que acordo e sinto: ‘Oh, estou realmente me sentindo bem, o corpo está ótimo, então vamos brincar.’ Claro, você tem algumas dores aqui e ali. É inevitável. Mas, ao mesmo tempo, estou tentando levar as coisas com muita naturalidade. Acho que você pode chamar isso de maturidade.”
Grigor Dimitrov

“É incrivelmente desafiador jogar no mais alto nível como estou agora. Alguns dias é mais difícil do que outros.”
Andy Murray, que sofreu derrota por 6/3, 6/4, 6/1 nas mãos de Dimitrov.

“Ele queria estar no meu ouvido durante toda a partida. Ele estava me encorajando, quero dizer, quase me treinando. Eu tive que ir até lá e dar-lhe um pouco de amor.”
Tommy Paul sobre o jovem superfã que o estimulou veementemente enquanto ele se recuperava de dois sets perdidos em um Slam pela primeira vez na carreira.

“Vinte. É louco. Tipo, quero dizer, você está suando muito.”
Frances Tiafoe sobre quantas camisas ele leva para uma partida.

“Ele será uma ameaça por muitos anos.”
Finalista de 2022, Casper Ruud, que foi derrotado pelo chinês Zhang Zhizhen por 3 sets a 2.

“Tente apenas continuar jogando e acreditar em si mesmo todas as vezes. Todo mundo passa por momentos difíceis. Tente acreditar em si mesmo. No final, você vai conseguir.”
Zhang Zhizhen

“É incrível vencer uma jogadora e campeã tão incrível.”
Caroline Wozniacki, que derrubou Petra Kvitova por 7/5 e 7/6 (7/5).

“Somos humanos. Às vezes pensamos no pior cenário e isso acontece.”
Elina Svitolina

“Acho que é muito natural que a mídia procure uma história, e a história neste momento é Alcaraz e Novak. Ano passado foi o Rafa contra todo mundo. Em 2021, foi uma espécie de triângulo com Novak, Daniil e eu. É natural que a mídia encontre rivalidades.”
Alexandre Zverev

 

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE