PLACAR

Federer lamenta não ter encarado jovens como Alcaraz

Foto: Ben Solomon/Laver Cup

Vancouver (Canadá) – Um dos idealizadores e organizadores da Laver Cup, que acontece neste fim de semana em Vancouver, o suíço Roger Federer conversou com o Eurosport antes do início das partidas, que terão largada às 17h (horário de Brasília) desta sexta-feira e falou um pouco sobre o circuito atual e a nova geração, lamentando não ter podido enfrentá-los antes de parar.

Para Federer, o tênis seguirá em ótimas mãos com as jovens estrelas que têm despontado. “O tênis atual está indo bem. Se eu olhar o que Coco Gauff fez no US Open foi muito especial e único. Ela é maravilhosa. Do lado masculino estamos vivendo grandes momentos. Novak reescrevendo a história, Alcaraz vencendo Wimbledon, Medvedev jogando de forma fantástica em Nova York”, disse o suíço.

Além de destacar o desempenho do mais que consolidado Novak Djokovic e de seus maiores rivais no momento,Daniil Medvedev e Carlos Alcaraz, o ex-número 1 do mundo também salientou outros nomes que devem se juntar ao do espanhol entre os jovens promissores, como o do dinamarques Holger Rune e do italiano Jannik Sinner, ambos já figurando no top 10 da ATP.

“Estão chegando os jovens, uma geração contra a qual nunca joguei: Rune, Sinner e Alcaraz. Infelizmente não pude jogar contra eles. O futuro parece brilhante, o jogo vai evoluir sempre e o bom é que gosto muito de ver e acompanhar muitos resultados”, complementou o dono de 20 títulos de Grand Slam.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE