PLACAR

Ex-top 50, Duckworth será o adversário de Fonseca em Halle

James Duckworth (Foto: Tennis Australia)

Halle (Alemanha) – Com o encerramento da rodada final do qualificatório, o carioca João Fonseca conheceu neste domingo o seu adversário de estreia no ATP 500 de Halle. Trata-se do australiano James Duckworth, ex-número 46 do mundo e atual 101º colocado no ranking masculino de simples. O vencedor deste duelo poderá enfrentar na sequência o polonês Hubert Hurkacz, quinto principal inscrito, que encara o italiano Flavio Cobolli.

Na fase prévia, Duckworth passou por dois cabeças de chave, eliminando na primeira rodada o russo Aslan Karatsev, oitavo pré-classificado, pelo placar de 6/3, 4/6 e 6/4, e batendo no duelo decisivo o francês Corentin Moutet, principal favorito do quali, por 6/1 e 7/6 (7-5).

Aos 32 anos anos de idade, o australiano possui títulos apenas em níveis challenger e ITF, com 21 conquistas ao todo. Em ATP, seu melhor resultado foi o vice-campeonato de Astana, no Cazaquistão, em 2021. Já sobre a grama, ele soma apenas oito vitórias em 23 jogos disputados, com destaque para a campanha até a terceira rodada de Wimbledon em 2021.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Entre os melhores resultados de Duckworth neste ano estão as quartas de final nos ATP 250 de Brisbane e Dallas, ambos sobre quadra dura. Outras boas campanhas aconteceram em challengers, com vice em Shenzhen, no piso sintético chinês, e semis em Cleveland, Busan e Taipei.

Zverev, Berrettini e Bublik também enfrentam qualifiers

Assim como João Fonseca, outros três jogadores já garantidos na chave principal vão abrir campanha contra um adversário vindo do quali. É o caso de Alexander Zverev, Matteo Berrettini e Alexander Bublik. Atual número 4 do mundo, o alemão terá um duelo nacional contra Oscar Otte, enquanto o italiano, vice-campeão em Stuttgart neste domingo, encara o norte-americano Alex Michelsen. Por fim, o cazaque, atual campeão do torneio, será desafiado pelo australiano Max Purcell.

Fonseca treina com Tsitsipas na grama alemã

Enquanto se prepara para a estreia em Halle, João Fonseca foi à quadra neste domingo para uma sessão de treinos com o grego Stefanos Tsitsipas, que estreará contra o convidado local Henri Squire. Ex-número 3 do mundo e atual 11º colocado, Tsitsipas tem três participações no torneio e em todas foi eliminado nas oitavas de final, inclusive no ano passado.

Por sua vez, o carioca de 17 anos entrou na competição como convidado e disputará apenas o seu terceiro ATP 500 da carreira, depois de jogar duas edições do Rio Open, em 2023 e 2024. Ele também foi contemplado com um wild card para o Masters 1000 de Madri em abril e avançou uma rodada, marcando sua primeira vitória neste nível de evento. Já na atual temporada de grama, o jovem brasileiro jogou dois challengers na Inglaterra, em Surbiton e Nottingham, e chegou à segunda fase em ambos.

22 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Jorge Luiz
Jorge Luiz
29 dias atrás

Estreia difícil mais sou mais o Fonseca

Adalberto
Adalberto
29 dias atrás
Responder para  Jorge Luiz

Hum… O cara fez 4a, semana passada em Stuttgart, batendo Ben Shelton.
Osso,,,
Mesmo jpgando bem o João ainda arrisca petder…

Alírio
Alírio
29 dias atrás

É isso aí mesmo Fonseca treinando com os melhores para quem sabe evoluir, nós torcemos para você.

Fernando Romero
Fernando Romero
29 dias atrás

O cara ganhou dois jogos contra adversários favoritos no quali e vem embalado. Jogo indigesto pro Fonseca. Vai ter que jogar muito!

Oscar
Oscar
29 dias atrás

Jogo complicado, mas tem chances. Só não tem contra o Hurcaks, mas tem que passar antes de pensar nele.

Marcos J. C. Souza
Marcos J. C. Souza
29 dias atrás

Que privilégio, treinar com o Tsitsipas. Eu acho sinceramente que o João vence esse primeiro duelo em Halle.

João Sawao ando
João Sawao ando
29 dias atrás

Jogo duro para o João mas acho que passa

Felipe Rossa
Felipe Rossa
29 dias atrás

Adversário difícil, porém é melhor do que ter pego alguém que entrou direto na chave.

Andre Borges
Andre Borges
29 dias atrás

Duckworth eh super favorito. Bom que o Fonseca pode entrar solto e sem responsabilidade

Fernando Romero
Fernando Romero
29 dias atrás
Responder para  Andre Borges

Favorito nos sites de apostas?

Thiago
Thiago
29 dias atrás
Responder para  Fernando Romero

Sim, Duckworth é favorito nas bets da vida. Só olhar lá.

Marcelo Calmon
Marcelo Calmon
28 dias atrás
Responder para  Fernando Romero

Em qualquer análise ! Mas isso não quer dizer que o Fonseca já perdeu.

James Garcia
James Garcia
29 dias atrás

Qualquer jogador que aparecer no caminho do João em torneio grande vai ser muito difícil são jogadores experientes com muita bagagem sempre então não há o que fazer com 17 anos e começando no profissional a tendência é essa mesmo, é jogar o melhor que puder e tentar surpreender

Fernando Romero
Fernando Romero
29 dias atrás

Dois ingleses com ranking modesto fazem a final em notthingham. Se o João tivesse passado pelo Harris…… O problema é o se.

Fernando S P
Fernando S P
29 dias atrás
Responder para  Fernando Romero

O ranking deles apenas na grama não deve ser tão modesto.

Fernando Romero
Fernando Romero
29 dias atrás
Responder para  Fernando S P

Sem dúvida

Ronildo
Ronildo
29 dias atrás
Responder para  Fernando Romero

Talvez o Fonseca não tenha se motivado tanto depois do convite pra Halle, tipo, a cabeça foi pra Halle! Veja, já está lá e treinando!

Scott
Scott
29 dias atrás

Boa opção. Mas é como digo: se quer ser um grande do tenis, tem que começar a vencer jogos duros.

jose carlos
jose carlos
29 dias atrás

Fonseca vem jogando muito mal na grama, o que demonstra que a escolha de sua equipe tecnica de abrir mão de um mes inteiro da temporada para supostamente ficar “treinando” foi um vacilo enorme

Luciano Gevaerd
Luciano Gevaerd
29 dias atrás
Responder para  jose carlos

Ele tem 17 anos e venceu dois jogadores muito mais experientes na grama. Perdeu pro Nakashima que fez oitavas de Wimbledon e o outro jogo que ele perdeu foi adiado 3x e terminou na quadra dura coberta. Dizer que ele está jogando mal na grama só pode ser sacanagem.

Tomé
Tomé
29 dias atrás

A diferença entre ser competitivo com chances de vitória e ver o Duckworth passar por cima nesse jogo é a consistência que ele vai apresentar. Essa consistência faltou nas derrotas dos 2 últimos Challengers. Ambos foram jogos de muitos altos e baixos. É normal um garoto de 17 anos oscilar, mas se ele quiser alçar voos realmente grandes, quanto antes ele aprender a evitar essa oscilação, melhor.

Thiago
Thiago
29 dias atrás

Lembrando que Felipe Meligeni passou o trator no Duckworth na R1 do US Open ano passado. Mas se olhar o retrospecto recente, não é uma rodada favorável pro Fonseca.

Mas quem sabe? Ele gosta de torneio grande. Bora garoto!

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE