PLACAR

Ex-top 40, Ryan Harrison se aposenta aos 31 anos

Bradenton (EUA) – Chegou ao fim a carreira do norte-americano Ryan Harrison. Aos 31 anos, o ex-top 40 anunciou sua aposentadoria do tênis depois de passar por várias lesões nas últimas temporadas e não conseguir retomar a boa forma.

Com apenas um título na carreira de simples, Harrison se destacou mesmo nas duplas, sendo campeão de Roland Garros em 2017 ao lado do neozelandês Michael Venus e chegando à 16ª posição do ranking da especialidade em novembro daquele mesmo ano, no qual disputou ainda o ATP Finals.

Em suas redes sociais, o americano explicou sua retirada das quadras e agradeceu os bons momentos vividos em mais de uma década e meia de carreira no circuito profissional. “Com o início do novo ano, começa um novo capítulo na minha vida. Depois de uma longa batalha com problemas físicos nos últimos anos, chegou a hora de eu acabar com minha carreira de jogador”, disse o tenista, que venceu sua primeira partida de ATP quando tinha apenas 15 anos e foi considerado uma grande promessa internacional.

“Eu não poderia estar mais grato pelos momentos que tive na quadra. Representar os EUA na Copa Davis e nas Olimpíadas sempre serão alguns dos momentos mais orgulhosos da minha vida, assim como chegar às quartas de final do US Open com meu irmão, enquanto nós dois ainda éramos bem jovens”, recordou a campanha de 2012 em Nova York, na qual ele e Christian Harrison entraram como convidados e chegaram entre as oito melhores parcerias do torneio.

Por fim, ele agradeceu pelo privilégio de ter realizado o sonho de ser tenista profissional e alcançado conquistas tão grandes como atleta. “Ainda obtive meu único título de simples em Memphis, no torneio onde venci o meu primeiro jogo. Eu me considero uma das pessoas mais sortudas do mundo, por ter tido um sonho e a oportunidade de vivê-lo.”

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Guilherme ES Ribeiro
Guilherme ES Ribeiro
1 mês atrás

Era uma grande promessa quando apareceu. Parecia ser o melhor nome da sua geração, mas não virou tudo isso. Mesmo assim foi TOP40 e ganhou um título de ATP, coisa que muitos não conseguem.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE