PLACAR

“Eu estava super nervosa”, afirma Osaka sobre a volta

Foto: Brisbane International Tennis

Brisbane (Austrália) – No tão aguardado retorno de Naomi Osaka às competições, na última segunda-feira, a japonesa ex-número 1 do mundo conseguiu uma boa vitória sobre a alemã Tamara Korpatsch, com parciais de 6/3 e 7/6 (11-9), na primeira rodada do WTA 500 de Brisbane. Após a partida, ela comemorou o resultado e falou sobre a ansiedade em voltar a jogar.

“É muito bom estar de volta. Honestamente, estou muito orgulhoso de mim mesma. Sinto que joguei em um nível muito bom. Acho que minha oponente também jogou muito bem. Eu estava super nervosa, mas muito animada por estar lá”, afirmou Osaka, que não jogava desde setembro de 2022, em Tóquio.

Após ficar mais de um ano sem competir, a japonesa encara agora o circuito de outra forma, principalmente no relacionamento com os fãs. “Sinto que nos últimos anos que joguei, antes de ter minha filha, não retribuí tanto amor quanto recebi, então realmente sinto o que quero fazer agora neste capítulo da carreira”, observou a nipônica.

“Eu realmente aprecio as pessoas que vêm e me conhecem e torcem por mim, porque houve um tempo em que eu era apenas uma criança tentando ver meus ídolos jogarem, então às vezes parece realmente surreal jogar nessas quadras”, acrescentou Osaka.

Com a vitória, ela garantiu um confronto interessante de duas ex-número 1 do mundo na segunda rodada, medindo forças com a tcheca Karolina Pliskova. “Acho que minha próxima partida será um teste muito bom”, disse Osaka.

Pliskova é tricampeã em Brisbane e venceu 16 das últimas 17 partidas no torneio. Isso inclui uma vitória de virada na semifinal de 2020. “Ela é uma adversária muito difícil e está muito diferente em relação à partida que tivemos antes. Por isso estou muito interessada em ver o que acontece”, disse a japonesa.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE