PLACAR

Draper contrata Wayne Ferreira, ex-técnico de Tiafoe

Wayne Ferreira e Frances Tiafoe (Foto: Andrew Eichenholz/ATP Tour)

Londres (Reino Unido) – Ainda considerado uma das jovens promessas do circuito atual, o britânico Jack Draper fez uma importante contratação para a sua equipe técnica. Trata-se do sul-africano Wayne Ferreira, ex-número 6 do mundo e que atuou nos últimos anos com o norte-americano Frances Tiafoe, ajudando-o a alcançar sua primeira semifinal Grand Slam e chegar ao top 10 do ranking.

Ferreira e Tiaofe se separaram no fim de 2023, e logo na sequência o treinador começou a trabalhar com o chinês Wu Yibing, mas a parceria não durou muito tempo. Agora, o sul-africano se juntará a James Trotman, profissional ligado à Federação Britânica e que deve permanecer como líder da equipe de Draper.

Segundo o jornal The Telegraph, Ferreira esteve nos últimos dias no Centro Nacional de Tênis, em Londres, trabalhando com Draper e Trotman enquanto se preparam para o Masters 1000 de Roma, que acontece a partir da próxima quarta-feira. Atualmente na 43ª posição do ranking, o britânico de 22 anos ainda está longe de ser cabeça de chave nos grandes eventos, mas vê na parceria com o novo treinador uma possibilidade de enfim alcançar voos mais altos na carreira.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Lesões atrapalharam evolução de Draper

Ainda sem nenhum título no currículo, o canhoto britânico já disputou duas finais de ATP, nas quadras duras de Sofia em 2023 e de Adelaide em 2024. Ele também possui duas vitórias em cinco jogos contra adversários do top 10, tendo derrotado Stefanos Tsitsipas, então quinto colocado, no Masters 1000 de Montréal em 2022, e o canadense Félix Auger-Aliassime, que era o oitavo do ranking, no US Open do mesmo ano.

Um dos maiores problemas enfrentados por Draper nas últimas temporadas foram as lesões, que ocasionaram constantes trocas de preparadores físicos em seu time. Enfim, trabalhando agora ao lado do experiente Steve Kotze, que já atuou com Andy Murray, o jovem tenista passou os quatro primeiros meses de 2024 sem nenhuma contusão. Dentro de quadra, foram 11 vitórias e oito derrotas, com algumas campanhas de destaque: além do vice em Adelaide, fez semi em Acapulco e quartas em Munique.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Nadal leva público italiano ao delírio com incrível reação

Conheça o que aconteceu nos bastidores do WTA 100 de Madri

PUBLICIDADE