PLACAR

Djokovic não pensa em parar até os 40 anos

Foto: Corinne Dubreuil/ATP Tour

Riad (Arábia Saudita) – Uma péssima notícia de fim de ano para os quase 2 mil tenistas do ranking masculino: Novak Djokovic não tem a menor intenção de encerrar sua carreira antes dos 40 anos, o que significa ao menos mais quatro temporadas de atividade plena do atual número 1 do mundo.

“Espero ter uma carreira que chegue aos 40 anos ou até mais, veremos”, afirmou Djokovic em entrevista dada na chegada à Arábia Saudita, onde nesta tarde disputa uma partida de exibição diante do espanhol Carlos Alcaraz, um dos jogadores que prometem ameaçar seu reinado em 2024.

O sérvio cita o exemplo de Tom Brady, estrela do futebol americano que se aposentou em fevereiro passado, aos 45 anos. “Ele é um exemplo perfeito de campeão em seu esporte, alguém que teve uma grande e longa carreira. Passou muito tempo cuidando de si mesmo, se recuperando, garantindo que todos os aspectos de seu corpo e mente fossem cobertos para que ele pudesse ter uma carreira duradoura e de sucesso”, elogiou.

Djokovic destaca sua excepcional temporada, em que ganhou três troféus de Grand Slam e ainda fez final em outro, para justificar a permanência no circuito. “O ano de 2023 foi uma das melhores temporadas da minha vida. Por que parar quando você continua jogando tão bem? Então vou seguir em frente e levar as coisas ano após ano, ver até onde posso ir.”

Ele destaca por fim que o duelo diante de Alcaraz dará impulso ao tênis do Oriente Médio. “Isso é incrível para o tênis, porque reflete a crescente popularidade do tênis na região. Estou entusiasmado por ver a Arábia Saudita abrir as suas portas aos melhores atletas, artistas e líderes empresariais do mundo”, conclui, referindo-se ao fato de o país sediar a Expo Mundial em 2030.

15 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Paulo Almeida
Paulo Almeida
2 meses atrás

Péssima notícia pra muita gente. Eita sofrimento que custa a acabar! Rsrsrs!

Gusmão
Gusmão
2 meses atrás

Força Djokovic para a próxima temporada.
Que venha mais Títulos e recordes.

Leo
Leo
2 meses atrás

Enquanto ele tiver físico competente e tiver uma geracao fraca de tenistas, ele vai ficando… corretíssimo.
Mas é muito difícil se manter bem fisicamente na idade em que ele está. Torço para que um dos melhores tenistas de todos os tempos consiga sobreviver o máximo possível.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
2 meses atrás
Responder para  Leo

É claro que você torce, Alquingel.

Kkkkkkkkk

Samuel
Samuel
2 meses atrás

Ele vai superar todos os recordes possíveis, não há dúvidas disso. Mas qual será o limite para esse extraterrestre.

José Cardoso Jr
José Cardoso Jr
2 meses atrás

Péssima notícia de final de ano para os antis. Como diria aquele famoso: “vcs vão ter que me engolir”.

Paulo A.
Paulo A.
2 meses atrás

A seguir assim, decerto que chegará aos 30 títulos de Grand Slam. Alguém duvida??!!

Sandro Paixão
Sandro Paixão
2 meses atrás

Vida longa ao GOAT !

GERSON ALVA
GERSON ALVA
2 meses atrás

Então isso significa que ele quer ultrapassar os 30 Slams (não duvido). Notícia ruim para a nova geração…

Rubens Aguiar
Rubens Aguiar
2 meses atrás

Goat jogando até os 40 pra tristeza dos Federetes e Nadazetes.

Nei Costa
Nei Costa
2 meses atrás

O mais impressionante é que ninguém duvida que isso é plenamente possível para este homem.

Souza Oliveira
Souza Oliveira
2 meses atrás

Só vai campeão…. Nunca será.!!

Carlos Alberto Ribeiro da Silva
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
2 meses atrás

Eu acho que tem que analisar ano a ano conforme o próprio Djokovic falou.A manutenção no topo depende muito do físico. Tenho dúvidas se o Djokovic conseguirá chegar aos 30 slams, mas ele não precisa atingir essa marca pra provar que é o melhor. Em 2024 acredito que o Sinner e o Alcaraz serão mais difíceis de serem batidos pelo Djokovic e acho que serão seus grandes adversários no ano. Mas, pelo menos em 2024, acredito que o Djokovic será sempre um dos favoritos ao título em todos os torneios que disputar.

Balbino Neto
Balbino Neto
2 meses atrás

Ótima notícia, por ser o melhor de toda a história do tênis. Além de ter quebrado todos os principais records, de quebra ganhou das lendas Roger Federer e Rafael Nadal no saldo de confrontos diretos. Quanto mais tempo Djokovic permanecer no circuito, maís exemplo estará passando para as novas gerações do tênis e de outros esportes.

Vera
Vera
2 meses atrás

Isso mesmo Nolão! Enquanto isso, temos mais oportunidades de ver jogadas mirabolantes, linnndas ! Vida longa e saudável pra você!!!!

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE