PLACAR

Djokovic é premiado pelo L’Équipe e fala sobre o GOAT

Foto: Simon Bruty/USTA

Paris (França) – Pela segunda vez na carreira, Novak Djokovic foi eleito pelo conceituado jornal francês L’Équipe como o ‘campeão mundial do esporte masculino’ da temporada. O sérvio já havia conquistado o prêmio em 2021, ano em que também faturou três títulos de Grand Slam, ficou com o vice de outro e terminou como número 1 do ranking.

Apenas seis tenistas já foram escolhidos desde 1975, quando a premiação foi estendida para atletas de fora da França. Além de Nole, faturaram a honraria Andre Agassi (1999), Roger Federer (2005, 2006, 2007, 2017), Rafael Nadal (2010, 2017 e 2019), Serena Williams (2013 e 2015) e Iga Swiatek (2022). Nota-se que em 2017, Federer e Nadal dividiram o prêmio.

Na versão só para atletas franceses, Yannick Noah ganhou em 1983, Guy Forget e Henri Leconte levaram em 1991, Marion Bartoli venceu em 2013 e Caroline Garcia foi nomeada em 2022.

Em entrevista para o jornal após o anúncio, Djokovic foi questionado se considerava ser ele próprio o maior tenista de todos os tempos. Com uma resposta interessante, ele jogou no ar o que pensa a respeito do assunto.

“Existem três respostas possíveis para essa pergunta. A primeira seria dizer ‘sim, sou o melhor’, mas alguns diriam que isso é um sinal de arrogância. A segunda seria mostrar total humildade e dizer que não sou, o que é possível. E a terceira seria responder que sou quem eu sou, tenho orgulho do que conquistei, respeito todas as épocas e opiniões e deixo o debate do GOAT para os outros. Vou ficar com a terceira opção”, afirmou.

12 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Lígia Leal
Lígia Leal
6 meses atrás

Merecida premiação! O céu é o limite para NOVAK DJOKOVIC, o melhor tenista de todos os TEMPOS! E claro, avalizados, pelos TÍTULOS que falam por si…..

Paulo Almeida
Paulo Almeida
6 meses atrás
Responder para  Lígia Leal

24 GS, 409 semanas #1, 8 temporadas #1, 7 Finals, 40 M1000, 71 Big Titles e 98 títulos em nível ATP.

Não se esqueça desses números, Lígia!

Paulo Almeida
Paulo Almeida
6 meses atrás

O GOAT indiscutível é sempre sábio nas respostas.

Gilvan
Gilvan
6 meses atrás

Djokovic falou sobre o Federer? Ô inveja!

Paulo Almeida
Paulo Almeida
6 meses atrás
Responder para  Gilvan

Federer hoje não consegue ser Góti nem na 25 de Março, Gilvan. Os bonés RF causam prejuízos até por lá!

Rsrsrsrs!

Gilvan
Gilvan
6 meses atrás
Responder para  Paulo Almeida

Paulinho, me explique: por qual motivo, em plena pré-temporada, o Djocovid resolveu falar do Federer?
É muito amor!

Paulo Almeida
Paulo Almeida
6 meses atrás
Responder para  Gilvan

Olhe os números acima que postei pra Lígia e JAMAIS se esqueça do eterno 40-15! : – D

Rsrsrs, abs!

Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
6 meses atrás
Responder para  Gilvan

Goat sem nenhum recorde relevante no tênis. Só se Federer for o goat da shopee.

Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
6 meses atrás
Responder para  Gilvan

*recorde relevante no tênis?

Antoniel
Antoniel
6 meses atrás

Sou grande admirador de Federer. Desde antes de ele bater o recorde de GS eu achava que ele era o GOAT. Quando bateu, eu tinha certeza. Ainda é meu jogador favorito e sinto uma puta falta de assistir ele jogar e torcer por ele. Mas hoje, vendo os números, não há como ter dúvida que Djokovic é o GOAT. Ele detém todos os recordes que importam e com margem larga sobre os outros.

Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
6 meses atrás
Responder para  Antoniel

Parabéns pela humildade em reconhecer. Essa é uma característica rara hoje em dia.

Carlos
Carlos
6 meses atrás

Genial a resposta!

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE