PLACAR

Djokovic e Alcaraz brigam pelo número 1 em Paris

Foto: Nicolas Gouhier/FFT

Paris (França) – Com a importante vantagem de 500 pontos, o sérvio Novak Djokovic defenderá a condição de número 1 do mundo durante o Masters 1000 de Paris em mais um duelo direto pela ponta do ranking com o espanhol Carlos Alcaraz.

Conforme o regulamento da ATP, o sérvio defende nesta semana de Bercy 2.100 pontos, referentes ao vice do ano passado em Paris (600) e ao título invicto do Finals de Turim (1.500). Com isso, começa o último Masters da temporada com teóricas 8.945 pontos.

Alcaraz por sua vez defende apenas 180 pontos de Bercy, já que não competiu no Finals em 2022, e assim começa a campanha com 8.445 pontos. Ou seja, os ranking tradicional e da temporada se igualam obrigatoriamente antes de Turim.

A distância de 500 pontos obriga Alcaraz a chegar ao menos à final de Paris para ter chances matemáticas. Se for vice e somar 600, precisará que o sérvio não passe das oitavas. Em caso dos 1.000 pontos do título, então o espanhol terá de torcer para que Nole não seja o outro finalista.

Djokovic tem nada menos que seis títulos no Palácio de Bercy e dois vices, enquanto Alcaraz venceu dois jogos na estreia de 2021 e dois no ano passado, quando se retirou nas quartas por contusão.

Neste domingo, os dois treinaram juntos.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Alcaraz e Murray: treino entre campeões em Queen's

Os melhores lances da campeã Boulter na grama de Nottingham

PUBLICIDADE