PLACAR

Dimitrov vence Murray de virada, Rune também avança

Foto: ATP

Brisbane (Austrália) – Destaque na reta final de 2023, com uma sequência de bons resultados, Grigor Dimitrov iniciou o novo ano com uma vitória de virada. O búlgaro de 32 anos venceu um duelo de veteranos contra Andy Murray pelo ATP 250 de Brisbane, com parciais de 4/6, 7/5 e 6/2. Esta foi a quinta vitória de Dimitrov em 13 jogos contra o britânico e a segunda seguida, repetindo o último US Open.

Dimitrov conseguiu voltar ao top 15 depois dos Masters 1000 de Xangai e Paris. Ele foi semifinalista na China e vice-campeão na capital francesa. Cabeça 2 em Brisbane e campeão em 2017, o atual 14ª do ranking agora espera o vencedor entre o australiano vindo do quali Li Tu e o alemão Daniel Altmaier.

A partida começou com Murray muito eficiente no saque. O britânico não enfrentou break-points no set inicial e cedeu apenas dois pontos quando colocou o primeiro serviço em quadra. Sua única chance de quebra foi no último game da parcial, aproveitando justamente o set-point.

Os sacadores também vinham prevalecendo no início do segundo set. Murray só foi encarar um break-point no 4/4 e o salvou com um ace, mas não evitou a perda do game alguns pontos mais tarde. Dimitrov perdeu a primeira chance de sacar para o set, mas voltou a quebrar logo na sequência e escapou de dois break-points no último game da parcial.

O búlgaro ganhou confiança no terceiro set e conseguiu duas novas quebras. Ele saiu vencendo por 4/0 e só enfrentou mais um break-point até o final da partida. Dos 13 aces que Dimitrov fez no jogo, seis foram no segundo set e mais quatro aconteceram no terceiro.

Vitória em três sets também para Holger Rune
O principal cabeça de chave Holger Rune também venceu de virada. O jovem dinamarquês de 20 anos e número 8 do mundo passou pelo australiano Max Purcell, 45º colocado, com parciais de 4/6, 6/4 e 6/2. Seu próximo rival será o russo Alexander Shevchenko, 48º do ranking, que bateu o francês Luca Van Assche por 6/3 e 6/2.

Ainda nesta segunda-feira, Alexei Popyrin venceu um duelo australiano contra Christopher O’Connell por 6/4, 6/7 (5-7) e 7/6 (7-4) em uma longa partida com 3h06 de duração. Popyrin agora enfrenta o russo Roman Safiullin, algoz do cabeça 3 norte-americano Ben Shelton por 6/3, 6/7 (5-7) e 6/3.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE