PLACAR

Com variações, japonesa elimina Bia na estreia

Foto: Jiangxi Open/Weibo

Nanchang (China) – Apesar de ser a principal cabeça de chave no WTA 250 de Nanchang, Beatriz Haddad Maia foi eliminada ainda na estreia do torneio chinês. A número 1 do Brasil e 21 do mundo foi superada nesta terça-feira pela japonesa Nao Hibino, 93ª do ranking, que usou de muitas variações para vencer por 7/6 (7-2) e 6/3 em 2h03 de partida.

Bia acumulou 31 vitórias por torneios da WTA na temporada, além de ter vencido um jogo pela Billie Jean King Cup, 17 dessas vitórias foram em partidas definidas no terceiro set. A paulistana de 27 anos disputou seu terceiro torneio seguido na China, depois de ter caído na estreia em Pequim e nas oitavas em Hong Kong. Ela também está garantida no Elite Trophy, que será disputado na próxima semana em Zhuhai.

A próxima adversária de Hibino em Nanchang será a australiana Kimberly Birrell, 102ª do mundo, que venceu a chinesa vinda do quali Sijia Wei por duplo 7/5. O histórico entre Birrell e Hibino está empatado por 1 a 1.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

Atuando no início da programação do dia, Bia tentou se aproveitar das condições um pouco mais rápidas para impor um tênis mais agressivo. O torneio em Nanchang utiliza as mesmas bolas do US Open, que são mais pesadas. E como foi visto no Slam nova-iorquino, com grandes campanhas de jogadoras de golpes potentes, a brasileira começou a partida mais à vontade para jogar com iniciativa e apresentando um bom controle da bola nos ralis.

Embora tenha enfrentado um game longo na abertura do confronto, Bia foi a primeira a quebrar e chegou a liderar o set inicial por 4/1. Mas Hibino passou variar o ritmo, utilizando slices de forehand e algumas bolas mais altas, e teve sucesso. A japonesa devolveu a quebra e igualou a disputa no oitavo game, jogando um pouco mais solta a partir de então e buscando também ser agressiva. Ela voltou a quebrar e fez 5/4, mas perdeu a chance de sacar para o set com duas duplas faltas.

Na reta final do set, aconteceram duas novas quebras e a japonesa perderia uma nova chance de sacar para fechar. Ainda assim, ela conseguiu vencer a parcial no tiebreak, muito por conta de sua regularidade, no momento em que a brasileira vinha cometendo muitos erros não forçados.

Bia abriu o segundo set com quebra acima, mas logo permitiu o empate. A parcial seguia com games longos e Hibino vinha prevalecendo nos pontos mais importantes. A japonesa conseguiu uma quebra para fazer 4/2 e logo depois salvou um break-point. E diferente do que aconteceu no set inicial, a jogadora de 28 anos foi muito segura na hora de sacar para o jogo, definindo a partida com um ace.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE