PLACAR

Clezar disputará o último torneio da carreira em Porto Alegre

Guilherme Clezar (Foto: João Pires/ Fotojump)

Porto Alegre (RS) – O gaúcho Guilherme Clezar encerrará oficialmente a carreira profissional no Brasil Tennis Open em Porto Alegre, torneio challenger que distribui premiação de US$ 41 mil e 50 pontos na ATP para o campeão. Criado na Associação Leopoldina Juvenil, local onde ainda frequenta e bate bola pelo menos três vezes por semana, Clezar escolheu o clube para palco da despedida oficial. Ele ganhou convite para a chave principal e vai disputar seu último torneio da carreira em casa.

Detentor de cinco títulos ITF e dois de challengers, Clezar está com 31 anos e teve como melhor ranking da carreira o 153º lugar. Ele trocou o tênis pelo mercado financeiro e gostou da nova carreira. Apesar disso, ainda disputa alguns torneios de dinheiro nos finais de semana. Seu último compromisso circuito profissional foi um ITF M25 em Lajeado, também no Rio Grande do Sul, em novembro de 2022.

“Eu sempre gostei de finanças, administrava meu próprio dinheiro e chegou uma hora que comecei a fazer cursos, terminei a faculdade e passei a me dedicar a isso junto com o tênis. Chega um momento que a gente não sabe o que vai fazer, mas eu optei por isso e estou gostando muito”, explicou Clezar.

Sobre jogar o último torneio da ATP da carreira em Porto Alegre, foi taxativo: “Eu não fiz nenhuma partida de despedida e não anunciei a aposentadoria. Por essa razão aceitei o convite do clube. Não vou voltar a jogar ATP. Só mesmo alguns torneios de dinheiro por aqui”.

O evento inicia no dia 28, domingo, com o quali que garante mais seis vagas na chave principal. A partir das 10 horas. Os ingressos para o público são gratuitos e estarão disponíveis para retirada através do site appticket.com.br/atppoa2024

Clezar é o quinto brasileiro confirmado na chave, ao lado de João Lucas Reis, Pedro Sakamoto, Mateus Alves e o juvenil Guto Miguel, campeão do Roland Garros Series no começo deste mês. A 1º edição do Brasil Tennis Open é apresentado pelo Santander, por meio da Lei Federal de Incentivo ao Esporte do Ministério do Esporte, e conta com o copatrocínio de Zurich Santander Seguros e Previdência Brasil, EMS Farmacêutica, Azul Linhas Aéreas – Transportadora Oficial, Alupar, Taesa, Aberje, INNI Sports – Bola e Roupa Oficial, Stella Artois Pure Gold. Apoio de AppTicket. A realização é do Instituto Sports.

3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
João Sawao ando
João Sawao ando
25 dias atrás

Ele sumiu tem mais de 5 anos.

Scott
Scott
24 dias atrás

Uai, saiu da XP?

Bernardo Oliveira
Bernardo Oliveira
24 dias atrás

Taí um cara que tinha muita bola e que deixou de fazer muitos resultados mais expressivos por detalhes, dezenas e dezenas de jogos que poderiam ter ido pro lado dele e sempre iam para o lado do adversário. Pelo menos parece que está com a saúde mental em dia depois de tanta frustração torneio após torneio. Boa sorte na despedida.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE