PLACAR

Chave de duplas no Rio Open tem seis brasileiros

Marcelo Demoliner (Foto: Fotojump)

Rio de Janeiro (RJ) – Seis brasileiros estão garantidos na chave de duplas do Rio Open. O mineiro Marcelo Melo e o gaúcho Rafael Matos, ao lado de seus respectivos parceiros estrangeiros, vão se enfrentar logo na primeira rodada. Ambos foram semifinalistas em Buenos Aires. Entre os convidados, Marcelo Demoliner e Felipe Meligeni jogam juntos, assim como Fernando Romboli e Thiago Wild.

Melo e o holandês Matwe Middelkoop enfrentam Matos e o colombiano Nicolas Barrientos. Quem vencer pode enfrentar os alemães Kevin Krawietz e Tim Puetz, cabeças de chave 4, ou uma dupla vinda do quali.

Dono de 37 títulos no circuito, incluindo as duplas de Roland Garros em 2015 e Wimbledon em 2017, Marcelo Melo foi duas vezes finalista do Rio Open, na primeira edição, em 2014, além de 2023. Outras duas duplas de brasileiros estão em busca do título inédito no torneio, Demoliner e Meligeni enfrentam na primeira rodada os franceses Sadio Doumbia e Fabien Reboul. Já Romboli e Wild desafiam os argentinos Maximo Gonzalez e Andres Molteni, cabeças 3 e atuais campeões.

As duplas do ATP 500 carioca têm este ano o norte-americano Rajeev Ram e o britânico Joe Salisbury, que foram eleitos a melhor dupla do mundo nas temporadas 2022 e 2023 pela ITF. Os atuais tricampeões do US Open estreiam no Rio de Janeiro contra Julian Cash e Robert Galloway.

Os cabeças de chave 2 nas duplas são Marcel Granollers e Horacio Zeballos, vencedores na edição de 2020 e três vezes finalistas de Grand Slam. Eles estreiam contra os italianos Simone Bolelli e Andrea Vavassori, vice-campeões do Australian Open. Esse jogo, aliás, também será a final de duplas em Buenos Aires.

Fonseca e Zormann vencem no quali de duplas
No quali de duplas, a parceria formada pelo paulista Marcelo Zormann e o carioca de 17 anos João Fonseca estreou com vitória. Eles venceram os franceses Theo Arribage e Luca Sanchez por duplo 6/4. Em busca de uma vaga na chave, enfrentam o alemão Yannick Hanfmann e o peruano Juan Pablo Varillas.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja os melhores lances da rápida final masculina de Miami

Collins segura os nervos e bate Rybakina: veja o melhor da final

PUBLICIDADE