PLACAR

Campeão mundial, Basile dá entrevista a Gentili

Luiz Basile e Danilo Gentili (Foto: SBT/ Divulgação)

São Paulo (SP) – Uma das modalidades mais badaladas dos últimos anos, o beach tennis  desembarcou no Brasil há cerca de 15 anos, mas foi mais recentemente que começou a ganhar espaço em termos de número de praticantes, academias e marcas interessadas em projetos e parcerias, incluido até mesmo cassino online. Primeiro brasileiro campeão mundial, treinador da seleção brasileira e líder do ranking mundial na categoria simples, Luiz Basile tem grande influência nesse ‘boom’. Nesta segunda-feira, 28 de agosto, ele esteve no “The Noite” para conversar com Danilo Gentili, contar fatos interessantes da carreira e detalhes do beach tennis no cenário atual.

Em 2022, o mineiro, então com 43 anos, foi campeão mundial no torneio de simples do Mundial da IFBT (International Beach Tennis), na Espanha, vencendo na final um ucraniano de 18 anos. Título esse que veio para coroar uma carreira que começou por acaso.

“Tinha uma academia de tênis e dava aulas. Lá, tinha um projeto na academia de tênis que chamava Na Quadra da Escola. Nessas andanças, conversei com uma menina que era professora de tênis no Rio de Janeiro e ela ia ser a embaixadora do projeto no Rio. Acabamos a reunião em uma sexta-feira de manhã e falamos que iriamos para a praia. Aí ela disse que iria jogar beach tennis e me chamou para ver o que era”, contou.

“Fiquei lá na sexta-feira, das 12h às 22h. Sábado e domingo de novo. Quando voltei pra Belo Horizonte, falei: ‘Preciso trazer isso pra cá’. Aí montei a primeira academia particular de beach tennis do Brasil. Até então só praticavam em praias, parques e praças”, completou.

As disputas ponto a ponto dentro de quadra, a raquete e a bolinha como objetos indispensáveis tornam a comparação com o tênis inevitável e Basile explicou as diferenças.

Luiz Basile também falou sobre o crescimento da modalidade a partir da pandemia, indicou os caminhos para que o beach tennis continue crescendo e falou sobre curiosidades que viveu ao longo da carreira, como quando jogou um campeonato sul-americano em uma areia cheia de pedras e quando saiu de quadra com oito bolhas no pé depois de um torneio em Santos. O programa foi ao ar no SBT no início da madrugada desta terça-feira.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE