PLACAR

Beach: baianos estreiam bem no BT 200 de Feira de Santana

Mariana Frugoni e Débora Amaro (Foto: Divulgação)

Feira de Santana (BA) – Atletas baianos largaram bem, nesta sexta-feira, na chave principal do ITF BT 200 de Feira de Santana (BA), o primeiro torneio do circuito mundial em solo baiano. O evento distribui US$ 15 mil em premiação total e oferece 230 pontos no ranking para os campeões.

Julia Pedra e sua parceira Carla Levita passaram por Julia Sobrinho e Verônica Luciana por 6/4 e 6/0. “Foi ótimo, no início demoramos um pouco para entender o jogo, mas no segundo já tínhamos ajustado tudo e o jogo fluiu. Foco nas oitavas amanhã contra as cabeças de chave 3”, disse Pedra. A dupla agora enfrenta a parceira terceira favorita da espanhola Eva Palos e da italiana Giulia Trippa.

Mariana Frugoni, outra baiana, e a pernambucana Débora Amaro passaram por Ana Santos e Giovanna Pedrini por 6/2, 6/7 (3/7) e 10-6 e vão encarar Isabela Garrido e Mariana Peracini. Dandhara Sena e Beatriz Luna, ambas baianas, passaram por Ramayana Leite e Jade Hirata por 6/2, 4/6 e 10-1 e encaram as cabeças 8, a paulistana radicada em Maceió Agatha Wanderley e a catarinense Fernanda Firmo.

“Fizemos uma excelente partida contra uma dupla brasileira que joga super bem e já corre o circuito internacional em grandes torneios. Tentamos colocar um ritmo acelerado nos pontos, fomos agressivas quando tivemos oportunidade e soubemos fazer grandes defesas em momentos importantes. Meu entrosamento na quadra com Débora é muito bom, a gente se completa e se entende muito bem, o que é excelente no jogo”, disse Frugoni.

Após passar o quali, o experiente Eduardo Catharino Gordilho e o parceiro também baiano Lucas Nogueira derrotaram Felipe Poffo e Deo Filho por 6/3 e 6/2. A dupla baiana conquista os primeiros pontos no ranking mundial e vai enfrentar os cabeças 4, o italiano Doriano Beccaccioli e o gaúcho Fabrício Neis. Duda tem história no tênis juvenil, por pouco não derrotou Gustavo Kuerten em 1993 no tradicional Bahia Juniors Cup, em Salvador, na categoria 16 anos. “Tão deixando os velhinhos chegarem (risos). Foi bom o jogo, animado, torcida a favor, muito legal”, disse Duda.

A dupla do baiano Paulo Kienby e Carlos Junior, que passou o quali, derrotou Nelson Stroppa e Ilias Sakkas por 6/1 e 6/3 e desafiam a dupla do número 1 do mundo, o italiano Mattia spoto e o espanhol Antomi Ramos, bicampeão mundial, que derrotou o argentino Nicolas Simioni e o brasileiro Gabriel Santarelli por duplo 6/3.

A surpresa do dia ficou por conta da vitória da campeã mundial juvenil e número 2 do mundo na categoria, Isabela Sousa, de 16 anos, e a equatoriana Maria Quintana. Elas superaram a dupla ex-número 1 do mundo Samantha Barijan e Joana Cortez, cabeças 4, por 1/6, 7/6 (7/4) e 10/8 e encaram a portuguesa Mata Magalhães e a brasileira Juliana Carvalho.

Os últimos jogos do primeiro dia terminaram nas quatro quadras cobertas por conta das fortes chuvas em Feira de Santana. O sábado marca o segundo dia da chave principal com jogos de oitavas e quartas de final. O dia decisivo é o domingo, com as semifinais e finais.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE