PLACAR

ATP divulga indicados aos prêmios de melhores do ano

Foto: Corinne Dubreuil/ATP Tour

Londres (Inglaterra) – A ATP divulgou nesta quarta-feira a lista de jogadores indicados aos prêmios de Melhores do Ano. Nas categorias de Retorno do Ano, Maior Evolução, Revelação da Temporada e Esportividade, a votação é feita entre os próprios tenistas. Jannik Sinner é destaque com duas indicações, além de seus técnicos, Darren Cahill e Simone Vagnozzi, também concorrerem como melhores de 2023.

Herói da conquista italiana na Copa Davis e vice-campeão do ATP Finals, Sinner foi indicado entre os jogadores que mais evoluíram na temporada, junto com o também italiano Matteo Arnaldi e os norte-americanos Christopher Eubanks e Ben Shelton.

Já para o prêmio Stefan Edberg de Esportividade, o atual número 4 do mundo tem a concorrência do espanhol Carlos Alcaraz, do búlgaro Grigor Dimitrov e do polonês Hubert Hurkacz.

Entre os treinadores, numa votação feita pelos próprios técnicos, os concorrentes de Cahill e Vagnozzi são Goran Ivanisevic (de Novak Djokovic), Craig Boynton (de Hubert Hurkacz), Juan Carlos Ferrero (de Carlos Alcaraz) e Bryan Shelton (de Ben Shelton).

Franceses lideram as indicações a Novato do Ano

Participantes do Next Gen ATP Finals nesta semana, os franceses Arthur Fils e Luca Van Assche são os destaques na votação de Novato do Ano. Eles terão a companhia do italiano Flavio Cobolli, do norte-americano Alex Michelsen e do suíço Dominic Stricker.

Monfils e três alemães concorrem por Retorno do Ano
O francês Gael Monfils é um dos quatro indicados ao prêmio de Retorno do Ano, que valoriza os jogadores que voltaram ao circuito depois de graves lesões e conseguiram ter bons resultados ao longo da temporada. Seus concorrentes são três alemães, Dominik Koepfer, Jan-Lennard Struff e Alexander Zverev.

Leia mais:

Técnicos da ATP e WTA escolhem melhores de 2023

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE