PLACAR

Após semana de treinos no Rio Open, Victória volta ao circuito

Victória Barros (Foto: Federación Peruana de Tenis)

Rio de Janeiro (RJ) – Em uma semana especial para o tênis brasileiro com a disputa do Rio Open, a juvenil potiguar Victória Barros pôde acompanhar o torneio, enquanto se prepara para o Brasil Juniors Cup, em Porto Alegre (RS), que começa na semana que vem, e para o Banana Bowl, em Blumenau (SC), na outra semana, os mais tradicionais eventos juvenis nacionais. A jogadora de apenas 14 anos participou de apenas um torneio no ano e foi finalista do ITF J300 de Lima, na semana passada.

“Pra mim, a campanha no J300 foi muito boa e poderia ter sido ainda melhor. Evoluí bastante de 2023 pra cá e evolui a maturidade que é muito importante, ficando mais focada e sabendo melhor o que fazer com a bola, fisicamente melhorei. Todos os golpes melhorei, sendo mais sólida com as bolas”, apontou a jogadora que treina há um ano na França. “Também foi ótimo enfrentar novas tenistas, estar na final e fazer meus melhores jogos”.

“Experiência muito boa estar aqui no Rio Open, com profissionais do top 10, top 20 e alguns brasileiros que ainda não conhecia. Muito feliz de estar aqui, ver como os tenistas jogam e aprender bastante com eles. Parabéns ao João Fonseca por ser tão novo e já estar jogando de forma absurda. É um aprendizado muito bom pros mais novos e vamos com tudo”, acrescentou a tenista.

Além de conhecer as instalações do Rio Open e viver o ambiente do maior evento da América do Sul, Victória também realizou uma sessão de treinamento na Rio Tennis Academy, uma das mais modernas no Brasil, com nove quadras, infra-estrutura e dormitórios para os atletas: “Tem estrutura muito boa, quadra rápida, de saibro e vista diferenciada”.

Como já havia adiantado em entrevista a TenisBrasil no fim do ano passado, Victória também comentou sobre a possibilidade de já jogar torneios profissionais, o que pode ocorrer já no próximo mês em eventos que ocorrerão no Brasil: “Tenho previsão de jogar torneios profissionais. Tem alguma chance desses torneios no Brasil nas próximas semanas e seria uma experiência muito boa enfrentar jogadoras mais velhas. Estou trabalhando e passo a passo”.

7 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Paulo A.
Paulo A.
1 mês atrás

Torneios profissionais já no próximo mês? Não acredito mesmo que já esteja preparada para isso; acho precipitado…

Guilherme ES Ribeiro
Guilherme ES Ribeiro
1 mês atrás
Responder para  Paulo A.

Também acho. Guardaria esse ano para jogar os principais torneios juvenis. E aí assim, no ano que vem, começaria a colocar alguns 15K no calendário, mesclando com os Grand Slams juvenis e alguns J500 e J300

Paulo A.
Paulo A.
1 mês atrás
Responder para  Guilherme ES Ribeiro

Mas a Bia aos 14 anos já havia sido campeã em duplas pro e vice de um 10K onde, na final, tirou um set da então nr 01 do Brasil, antes de levar a virada, ficando com o vice…

JBG
JBG
1 mês atrás

Não sei porque, mas ela me passa uma paz e alegria em jogar tênis impressionante, mesmo com seus 14 anos. Nossa “Vica”… Quem sabe. Torço muito pra isso acontecer.

Izaac
Izaac
1 mês atrás

Acho muito cedo pensar em jogar torneios profissionais nesta idade!

Izaac
Izaac
1 mês atrás

Poderia esperar mais 1 ano!

Leandro Schulai
Leandro Schulai
1 mês atrás

Calma, galera é só um torneio profissional. Tenho certeza que se o desempenho dela for pífio ela vai voltar para os juvenis tranquilamente.

Mas agora me falem: e se essa menina, com 14 anos, fizer uma boa campanha em um torneio profissional?

Então vamos viver e ver pra crer.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja os melhores lances da rápida final masculina de Miami

Collins segura os nervos e bate Rybakina: veja o melhor da final

PUBLICIDADE