PLACAR

Após dúvidas, Sinner celebra boa primeira semana em Paris

Foto: Julien Crosnier/FFT

Paris (França) – Depois das diversas dúvidas sobre suas condições físicas, colocando em risco a participação em Roland Garros, o italiano Jannik Sinner agora comemora uma ótima primeira semana no saibro parisiense. Em três jogos disputados até aqui, o número 2 do mundo alcançou três vitórias em sets diretos e soma confortáveis 6h51 de tempo de quadra, algo fundamental para quem desejava se preservar para as rodadas decisivas.

Após o triunfo desta sexta-feira sobre o russo Pavel Kotov, aplicando um triplo 6/4, Sinner celebrou o seu desempenho nos primeiros jogos do torneio e reforçou que a parte física está evoluindo a cada rodada, afastando de vez as preocupações com a lesão no quadril que o fez abandonar a disputa de Madri e sequer jogar em Roma, no seu Masters 1000 caseiro.

“Hoje me senti muito bem em quadra. Sinto que ainda preciso melhorar alguns aspectos, principalmente físicos, mas acho que posso ficar satisfeito onde estou no momento. Olhando de fora tudo parece fácil [as vitórias iniciais em Paris], mas é preciso sempre ter cuidado porque as partidas podem virar num instante. No geral, estou feliz com a forma como as coisas correram esta semana. Começamos com algumas dúvidas, mas agora tudo está melhor. O mais importante é que me sinto bem. Não sinto dores, meu quadril está bem e por isso estou orgulhoso do trabalho realizado com minha equipe”, frisou o tenista de 22 anos.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Ele reforçou a importância de passar menos tempo em quadra nesses primeiros duelos, visando economizar energia para as próximas fases, que deverão ser bem mais exigentes contra tenistas gabaritados. “Os dias de descanso são muito importantes, esse Slam é muito físico e cada cada energia que você consegue economizar pode se tornar importante lá na frente”, enfatiza.

Nas oitavas de final, Sinner espera agora pelo vencedor do duelo entre o francês Corentin Moutet e o austríaco Sebastian Ofner, que ainda jogam nesta sexta-feira. Seja qual for o adversário, o duelo será inédito na elite do circuito, embora o italiano já tenha enfrentado Ofner na decisão de um challenger em 2019, levando a melhor em dois sets.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Alcaraz e Murray: treino entre campeões em Queen's

Os melhores lances da campeã Boulter na grama de Nottingham

PUBLICIDADE