PLACAR

Após 21 anos, Brasil coloca três na segunda fase de Masters

Foto: Aliny Calejon

Por Matheus Dalcim
Da redação

O torneio de Madri começou de maneira histórica para o tênis masculino brasileiro. Depois de colocar três representantes na chave principal de um Masters 1000 pela primeira vez desde 2010, o país consegue agora igualar um recorde que já durava 21 anos, ao emplacar três jogadores na segunda rodada de um torneio desse gabarito.

Antes, isso só havia acontecido em 2003, quando Gustavo Kuerten, Fernando Meligeni e Flávio Saretta representaram o Brasil na segunda fase de Miami. Naquela oportunidade, no entanto, Fino e Saretta se classificaram após ganharem suas partidas de estreia, enquanto Guga pegou bye na rodada inicial e largou adiantado na chave. No fim, os três acabaram eliminados na mesma etapa.

Desta vez, Thiago Wild, Thiago Monteiro e João Fonseca chegam à segunda rodada de Madri depois de passarem pela fase inaugural do torneio, o que significa que pela primeira vez desde que o atual circuito entrou em vigor, em 1990, o tênis brasileiro conquista três vitórias na abertura de um Masters 1000.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Guga e Fino chegaram juntos três vezes na terceira rodada

Já em terceiras rodadas o Brasil teve no máximo dois jogadores em um mesmo evento, e isso aconteceu três vezes no final do século 20, com Gustavo Kuerten e Fernando Meligeni. Em 1999, os dois se enfrentaram justamente na terceira fase de Monte Carlo, com o catarinense levando a melhor em sets diretos. Ele conquistaria naquele torneio o primeiro de seus cinco títulos de nível 1000.

Algumas semanas depois, o dueto nacional voltaria a fazer boa campanha em Roma. Fino chegou à terceira rodada depois de eliminar o norte-americano Pete Sampras, então número 2 do mundo, na fase anterior, enquanto Guga levantou o seu segundo troféu de Masters no saibro italiano. Os dois brasileiros ainda chegariam às fases decisivas de Roland Garros na sequência da temporada, com Kuerten parando nas quartas e Meligeni chegando às semifinais.

Na temporada seguinte, em 2000, Guga e Meligeni voltaram a aparecer juntos na terceira rodada de Miami. O tenista canhoto parou no russo Evgeni Kafelnikov naquela etapa e Guga foi até a decisão, mas acabou superado por Sampras numa partida épica de quatros sets e três tiebreaks, com parciais de 6/1, 6/7 (2-7), 7/6 (7-5) e 7/6 (10-8).

30 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Arthur
Arthur
1 mês atrás

Que coisa linda. Fonseca, nosso futuro top 1 tá jogando demais! LETS Go João, LETS Go!

rubens
rubens
1 mês atrás
Responder para  Arthur

NÃO ACHO QUE ELE PASSE O WILD, APOSTO NO CARIOCA COMO NUMERO 1 DO BRASIL ATE SE APOSENTAR.

Marcos Antonio Vargas Pereira
Marcos Antonio Vargas Pereira
1 mês atrás
Responder para  rubens

O carioca é o Fonseca

Evandro
Evandro
1 mês atrás

Pois é.

Nylton
Nylton
1 mês atrás

Esse tá perdido.

DENNIS SILVA
DENNIS SILVA
1 mês atrás

Não podemos esquecer que houve aumento da chave de 64 p 128 p vários Masters.

Casagrande
Casagrande
1 mês atrás
Responder para  DENNIS SILVA

Dia de champagne na cara dos haters do blog!

Haroldo Guimarães
Haroldo Guimarães
1 mês atrás
Responder para  DENNIS SILVA

Desculpe, mas nenhum master tem chave de 128. isso é exclusividade de GS, , tem 96 no caso de Madri.

Christovao Oliveira
Christovao Oliveira
1 mês atrás

O tenis do Brasil não é apenas masculino. Sequer falam da Bia??????? Se querem ser machistas pelo menos coloquem a palavra masculino no título e na matéria!!

walter alberto
walter alberto
1 mês atrás
Responder para  Matheus Dalcim

O abismo social no :Brasil não é só econômico, é de formação geral tbm. Tempos sombrios…principalmente para postagens de texto. Talvez se fosse um videdo do TikTok…

Felipe
Felipe
1 mês atrás
Responder para  Matheus Dalcim

e 3 masculinos no Master 1000 e 1 feminina no WTA 1000, simultaneamente? é inédito?

Fabio Duarte
Fabio Duarte
1 mês atrás
Responder para  Christovao Oliveira

Vamos falar de quem joga tênis de verdade, não é o caso da Bia que vira e mexe assopra a farofa

Thiago
Thiago
1 mês atrás
Responder para  Fabio Duarte

Ah para filhão. Semi finalista de RG, campeã do Elite Trophy sem perder sets, finalista de W1000… respeita.

Haroldo Guimarães
Haroldo Guimarães
1 mês atrás
Responder para  Fabio Duarte

Meu amigo machista, quem, foi melhor MEB ou Guga, nas duplas quem são as duas top 20, Depois do Guga quem chegou no top 20 ? nem Bellucci , que foi 21. menos cara..menos

Bukele
Bukele
1 mês atrás
Responder para  Haroldo Guimarães

Alguém avise que a MEB jogava numa época amadora onde as mulheres nem saque e preparo físico tinham direito. Naquela época era bem mais fácil ser n.1 do mundo, hoje é extremamente concorrido e vai piorar ainda.

Luiz Henrique
Luiz Henrique
1 mês atrás
Responder para  Christovao Oliveira

Você é misândrico, isso sim

Thiago
Thiago
1 mês atrás

Ou seja: da última vez, Fonseca nem era nascido. Voa garoto!

Paulo A.
Paulo A.
1 mês atrás

Hoje é só alegria aos brasileiros amantes do tênis! Que data histórica!

Carlos Eduardo Bernardino
Carlos Eduardo Bernardino
1 mês atrás

Muito bom a primeira rodada, João Fonseca, Monteiro, Wild e Bia estão de parabéns, gosto do estilo de jogo do João, mas acredito muito no Wild, isso não quer dizer que não torço pela Bia e pelo Monteiro, rsrsrsrsrs Boa sorte a todos !

Última edição 1 mês atrás by Carlos Eduardo Bernardino
Eu queria ser como o Dalcim
Eu queria ser como o Dalcim
1 mês atrás

O que aconteceu com o Paulo Lara, tá censurado?

José Nilton Dalcim
Admin
1 mês atrás

Admito que você me fez rir… Não há nenhum comentarista censurado. A gente apenas evita ou edita se o comentário contiver exageros.

Eu queria ser como o Dalcim
Eu queria ser como o Dalcim
1 mês atrás

TEMOS UM NOVO GUGA KUERTEN?

Carlos Costa
Carlos Costa
1 mês atrás

Se considerarmos que a Bia Haddad também ganhou o seu jogo seriam 4 brasileiros na segunda rodada de um M1000. Acho que é uma situação inédita para o Brasil.

José Nilton Dalcim
Admin
1 mês atrás
Responder para  Carlos Costa

M100o é só para ATP, Carlos. São circuitos distintos. E é importante lembrar que apenas cinco Masters acontecem junto com o WTA 1000, sendo que um deles sequer é no mesmo local.

Marcos
Marcos
1 mês atrás

Curioso pra saber quantos jogos o Fonseca ganhou contra top 100 e quantos perdeu.?

Marcos
Marcos
1 mês atrás

Imagino esse garoto gladiando contra sinner e alcaraz! Seria fantástico!! Recordaria os domingos assistindo nosso Guga na manchete!

Sergio Ricardo Simao Aiex
Sergio Ricardo Simao Aiex
1 mês atrás

Por que não tem duplas masculinas no ATP de Madrid ?

Evandro
Evandro
1 mês atrás

No último podcast, se não me engano, foi explicado que estão testando novo formato para as duplas masculinas e que valerá para os próximos torneios 1000. Assim, esses jogos acontecerão somente na segunda semana.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE